A morte de Respawn é o que realmente inicia a Guerra das Sombras

    A morte de Respawn motivará o Exterminador a começar a lutar contra Talia al Ghul.

    Em Batman #123, Respawn se jogou na frente do Exterminador para protegê-lo dos tiros disparados contra ele, no processo aparentemente acabou morrendo. Isso fez Exterminador lamentar a perda de seu filho, e também pode ter dado a ele sua razão incitante para lutar contra Talia al Ghul.

    Até agora, Exterminador vinha jogando na defesa. Ele sabia que não tinha nada a ver com a morte de Ra’s al Ghul, mas não podia ficar parado e explicar isso para as forças de Talia. No entanto, a perda de seu filho depois de encontrá-lo tão recentemente, sem dúvida, enviará o Exterminador para uma espiral de raiva. Aqui é onde ele começa seu contra-ataque, e o resto do mundo sofrerá por isso.

    Obviamente, Exterminador sabia que tinham armado contra ele. É por isso que ele fugiu em vez de revidar. Ele não via sentido em travar uma batalha que ele nunca realmente começou. Sua esperança todo esse tempo era descobrir quem realmente puxou o gatilho e trazer a prova de sua existência para Talia.

    Essa chance de paz morreu no momento em que Respawn morreu. Em seu filho inesperado, Exterminador, sem dúvida, viu uma chance de ser um pai melhor do que foi para seus dois primeiros filhos. Ele até seguiu com isso, tratando Respawn mais como um filho do que um soldado em treinamento. Os dois desenvolveram um vínculo estreito, próximo o suficiente para que Respawn se transformasse em um escudo humano para seu pai, e próximo o suficiente para que Exterminador vingasse seu filho.

    Morte de Respawn

    Ele já admitiu a Batman que deveria ter matado Ra’s por manter seu filho longe dele e por tudo o que a Cabeça de Demônio fez com Respawn. Mas agora, ele vai querer matar Talia por tirar Respawn dele.

    Sem ter que se preocupar mais com a segurança de seu filho, Exterminador agora pode começar a lutar a sério. Ele ainda está em comunicação com a Sociedade Secreta dos Supervilões, que até agora recebeu ordens de permanecer escondida. A morte de seu filho é toda a motivação que ele precisa para organizar os vilões sob seu emprego para começar a resistir à Sombra do Demônio.

    Isso, por sua vez, poderia desencadear um conflito verdadeiramente global, onde a escala do dano é insondável. Cada vilão que Exterminador emprega é capaz de destruição em massa, colocando-os contra fanáticos como os seguidores de Talia só garantirá que haverá danos colaterais. Veja o que o Exterminador fez apenas para distrair Batman e Robin, jogando uma granada em uma rua cheia de pessoas para ganhar o tempo que precisava para fugir.

    Esta é uma guerra de aniquilação entre duas pessoas sem se importar com as vidas que serão pegas no fogo cruzado. Ambos acreditam que o outro os roubou de alguém que amam. Não existirá um verdadeiro armistício até que o real culpado se apresente e, mesmo assim, o Exterminador perdeu seu filho novamente.

    Via: [CBR]

    Rayanne Matos
    Rayanne Matoshttps://terraverso.com.br
    Capixaba. 1993. Bióloga. Sarcasmo. Socialmente distante. Hera Venenosa. Torre de Babel. Me envie fanfic. Time is money, money is power, power is pizza and pizza is knowledge. Let’s go!

    Deixe seu comentário

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Você pode gostar

    Siga-nos

    24,169FãsCurtir
    15,600SeguidoresSeguir
    19,429SeguidoresSeguir

    Últimas Postagens