Talia al Ghul mata mais um filho nas HQ’s

    Em Batman #123, a Shadow War levou uma Talia al Ghul em busca de vingança a cometer uma atrocidade aterrorizante contra seu próprio filho – novamente.

    A Guerra das Sombras está em pleno andamento e entre suas primeiras baixas está Respawn, filho de Exterminador e Talia al Ghul. Em Batman # 123 (por Joshua Williamson, Howard Porter, Tomeu Morey e Clayton Cowles), Respawn tentou proteger seu pai dos tiros das forças de Talia e é morto no processo. O fato é que esta não é a primeira vez que Talia mata um de seus filhos por causa de um conflito.

    Ela intencionalmente matou seu filho primogênito, Damian Wayne, com um clone defeituoso dele conhecido como o Herege. A única diferença desta vez é que Talia não tinha ideia de que uma das pessoas para quem ela ordenou um ataque era o filho que ela nunca soube que tinha. Isso adiciona uma nova camada de tragédia à criança que foi roubada dela, além de apontar como Talia al Ghul realmente parece ter o hábito de matar seus filhos.

    Ironicamente, Talia matou Damian durante outra guerra com Batman. Quando ela estava à frente de sua nova organização Leviathan, ela entrou em guerra contra a Batman Inc. Seu principal executor era o Herege, um clone falho de Damian artificialmente envelhecido até a idade adulta. Talia já havia cortado os laços com seu filho naquele momento, então quando o Herege matou Damian durante uma batalha em Gotham City, ela só poupou um momento para lamentar a perda. Pior ainda, depois que o Herege não conseguiu entregar os resultados desejados, ela o executou, apesar de ele ser um dos últimos vestígios de seu filho no mundo.

    Talia al Ghu ordena matar Exterminador

    Agora parece que a história se repetiu. Durante outra guerra que ela iniciou, as forças de Talia al Ghul mataram Respawn, o clone genético de si mesma e do Exterminador. Como resultado, ela desavisadamente matou outro de seus filhos. No entanto, a Talia que matou Damian é uma mulher muito diferente daquela que agora procura vingar a morte de seu pai.

    Ela passou por suas próprias tribulações para voltar a uma posição de poder, no processo conseguindo deixar para trás o ódio cego que uma vez serviu como sua principal motivação. Talia al Ghul ainda é implacável, mas age com paixão em vez de fúria, pelo menos na maior parte. No entanto, a perda de seu pai a cegou para a verdade do que realmente aconteceu com ele e, como resultado, ela assassinou indiretamente seu próprio filho.

    Adicionando à tragédia está o fato de que Talia nunca soube que tinha um segundo filho. Se ela fosse a mesma pessoa que ela era quando ela matou Damian, ela poderia ter sido mais capaz de lidar com essa revelação, talvez até mesmo ignorá-la completamente. A Talia que se reconstruiu e redescobriu sua paixão também recuperou seu coração. Ela estava consertando o relacionamento com seu pai e filho, reacendendo o amor em seu coração por ambos.

    Descobrir que ela teve um filho secreto todo esse tempo e que foram suas ordens que o mataram antes que ela o conhecesse poderia apenas quebrá-la. Uma Talia al Ghul levada ao limite não desmorona em um colapso, ela ataca o mundo ao seu redor, produzindo ainda mais morte e miséria. Então, embora Talia possa ter iniciado essa guerra, ela também pode ter criado uma maior dentro de si mesma.

    Via: [CBR]

    Rayanne Matos
    Rayanne Matoshttps://terraverso.com.br
    Capixaba. 1993. Bióloga. Sarcasmo. Socialmente distante. Hera Venenosa. Torre de Babel. Me envie fanfic. Time is money, money is power, power is pizza and pizza is knowledge. Let’s go!

    Deixe seu comentário

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Você pode gostar

    Siga-nos

    24,169FãsCurtir
    15,600SeguidoresSeguir
    19,534SeguidoresSeguir

    Últimas Postagens