Recentemente, a DC anunciou sua nova iniciativa nos quadrinhos para os meses de janeiro e fevereiro, DC Future State. -Leia sobre aqui-. Em entrevista ao Newsarama, Snyder foi questionado sobre como o evento afetará o futuro do Universo DC.

“Está ligado a tudo.”, ele responde. “Estamos construindo o plano do Universo DC junto com editores e outros escritores e artistas. Estou muito animado com isso. Death Metal termina em janeiro, e depois janeiro e fevereiro é o DC Future State, que vai dar vislumbres de possíveis futuros de DC.”, continua. “Isso foi construído enquanto fazíamos Death Metal para levar a algumas coisas que não estão mais acontecendo, mas esses planos tomaram uma nova forma, o que é emocionante.  Death Metal está muito ligado e se conecta a tudo o que acontece do outro lado — todo o Universo DC está trabalhando em conjunto, além disso, temos algumas surpresas alinhadas no final do ano.”, conclui Snyder.

Quanto a “algumas coisas que não estão mais acontecendo.”, Snyder provavelmente está se referindo à proposta original do evento Generations, que seria originalmente um evento mensal de maio a setembro e que a presentaria a “carga para o futuro da DC”, a chamada iniciativa “5G”. -Leia mais sobre aqui-

Death Metal #7 – o final da série de Scott Snyder- vai à venda nos EUA no dia 5 de janeiro, mesmo dia em que “Generations: Shattered #1”.chega as bancas americanas.

Sobre Willyan

Willyan Bertotto

Publicitário. Diretor de Arte, Designer e Batmaníaco. Fã incondicional da DC Comics e pesquisador assíduo desse universo e todas as suas possibilidades de transformação.

Últimas notícias