A gangue do Triângulo Vermelho do filme Batman: O Retorno se junta ao universo DC

    A gangue do Triângulo Vermelho estreou em Batman: O Retorno, e eles finalmente estão fazendo palhaçadas nos quadrinhos 30 anos após o lançamento do filme.

    Batman era originalmente uma série de quadrinhos, mas o personagem-título decolou e teve inúmeros filmes e outras adaptações de suas aventuras. Muitas dessas adaptações adicionaram personagens recém-criados aos mitos do Cavaleiro das Trevas, alguns dos quais chegaram aos quadrinhos. O exemplo mais conhecido é Arlequina, mas um grupo completamente inesperado de vilões no cinema acabou de lutar contra Batman e sua família de vigilantes em uma história em quadrinhos.

    A gangue do Circo do Triângulo Vermelho apareceu pela primeira vez em Batman: O Retorno, em 1992. Um grupo amorfo de criminosos que eram aliados do Pinguim. A turma faz sua estreia nos quadrinhos tentando preencher o vazio deixado pela ausência do Coringa. Em tempo para o 30º aniversário do filme, eis como o grupo de bobos do tribunal criminal saltou da tela do cinema para as páginas dos quadrinhos.

    Em Robin #15 (de Joshua Williamson, Roger Cruz, Norm Rapmund e Luis Guerrero), o Menino Maravilha enfrenta a Gangue do Circo do Triângulo Vermelho sozinho. Esses palhaços não são tão góticos quanto no filme de Tim Burton, mas poucas coisas neste mundo são. Eles ainda são reconhecíveis, no entanto, sendo enfeitados em carmesim de palhaço com pintura corporal branca. Robin observa como eles se sentem como imitações baratas do Coringa, homenageando sua inspiração no filme.

    gangue triângulo vermelho
    Robin enfrenta a gangue do Triângulo Vermelho (DC Comics)

    Ofendidos com a afirmação de Robin, a alega que o Príncipe Palhaço não é realmente um palhaço. No entanto, dado que ele está desaparecido, a turma vê isso como a principal oportunidade de fazer palhaçadas em Gotham e fazer um nome para si. Eles rapidamente superam Robin devido ao número de pessoas em seu grupo, mas Robin logo se junta a Batman e companhia.

    Não houve muitas gangues, muito menos temáticas nos quadrinhos atuais do Batman. Em vez disso, os vilões ficaram mais estranhos e indiscutivelmente inadequados para o mundo do crime noir do maior detetive do mundo. Ter uma gangue de criminosos relativamente normais enfrentando Batman poderia fazer maravilhas para fundamentar seu universo. Seu truque ainda lhes permitiria um pouco de cor e sabor, evitando que fossem muito mundanos.

    Via: [CBR]

    Rayanne Matos
    Rayanne Matoshttps://terraverso.com.br
    Capixaba. 1993. Bióloga. Sarcasmo. Socialmente distante. Hera Venenosa. Torre de Babel. Me envie fanfic. Time is money, money is power, power is pizza and pizza is knowledge. Let’s go!

    Deixe seu comentário

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Você pode gostar

    Siga-nos

    24,169FãsCurtir
    15,600SeguidoresSeguir
    19,361SeguidoresSeguir

    Últimas Postagens