Especial Esquadrão | T.D.K: Se você pedir uma mão, ele dará o braço!

    Generosidade é uma virtude, um ato de bondade em dar ou fazer algo sem esperar retorno. Dizem que a generosidade é um ato altruísta, amoroso e humanitário, mas algumas pessoas abusam de tal ato. Aí entra a expressão “Você dá a mão e a pessoa já quer o braço” que se encaixa quando alguém quer mais do que lhe foi oferecido por tal ato generoso. Dificilmente este adjetivo se encaixaria em um membro do Esquadrão Suicida, porém, o ato de dar o braço descreve quase com perfeição o personagem T.D.K.

    Um dos novos integrantes do Esquadrão Suicida, o personagem T.D.K. é uma criação do diretor James Gunn. No entanto, quando o material de divulgação do filme The Suicide Squad foi revelado no DC FanDome em 2020, vimos que o personagem pode ter sido inspirado em um antigo personagem da DC Comics. Com a liberdade criativa que o diretor recebeu, e a pesquisa que Gunn revelou ter feito sobre o personagem mais besta da editora, é possível que ele tenha encontrado elementos interessantes no estranho Arm-Fall-Off (em português: Menino Cai Braço) para compor o T.D.K., nome dado ao personagem com as iniciais de The Detachable Kid, traduzido como O Garoto Destacável.

    Arm-Fall-Off foi criado por Gerard Jones e Curt Swan em 1989, aparecendo pela primeira vez em Secret Origins Vol 2 #46. O aspirante a super-herói aparece brevemente em uma seletiva para entrar na Legião dos Super Heróis (Pré-Zero Hora), mas é o primeiro a ser rejeitado após demonstrar sua habilidade inusitada: desprender o braço do corpo e usar como arma para bater nos adversários. Após os eventos de Zero Hora, o personagem reaparece com o codinome Splitter, identidade secreta de Floyd Belkin. Esta nova versão foi criada por Roger Stern, Tom McCraw e Jeffrey Moy, aparecendo pela primeira vez em Legionnaires #43 em 1996, onde mais uma vez ele tenta entrar para para a Legião. Desta vez ele consegue chegar até a etapa final de testes, mas acaba entrando em pânico e seus braços e pernas se desprendem sozinhos durante o teste final. O equilíbrio emocional acaba sendo uma fraqueza de seus poderes, o que deixa Splitter inconformado e disposto a treinar mais para que isso não aconteça novamente.

    Com pequenas aparições ao longo dos anos, o personagem nunca teve destaque nos quadrinhos. Splitter reapareceu na edição 9 de Superman’s Pal Jimmy Olsen em 2020, revelando um pouquinho mais sobre o personagem. O repórter encontra o Floyd Belkin no parque de diversão Kandorland, feita em uma antiga cidade engarrafada dentro da cidade Kryptoniana Kandor, no estado da Virgínia. Nesta entrevista, Jimmy relembra a conexão de Floyd com a Legião dos Super Heróis, e descobre que o super-herói alien virou sensação na internet após um vídeo mostrar os braços de Splitter saindo do corpo enquanto andava em uma montanha-russa, questionando se o brinquedo não é acessível para pessoas com habilidades exóticas. É revelado que o herói possui uma família que compartilha semelhança com suas habilidades, sendo essas: a Menina-Cai-Dedos; a Vovó-Cai-Bunda; a Mãe-Cai-Cabeça; e o Pai-Cai-Pernas. Com a intervenção de Jimmy, a Cai-Família recebe ajuda do S.T.A.R. Labs para evitar que seus membros se desprendam sem intenção.

    As características do T.D.K. começaram a ser reveladas, e intrigar os fãs, com o material de divulgação do filme no DC FanDome em 2020. A imagem do ator Nathan Fillion caracterizado como o personagem monstra que ele utiliza uma armadura que deixa os braços desprotegidos. O detalhe nessa imagem é uma grande cicatriz na altura do ombro em ambos os braços, dando a entender que eles já sofreram uma grande lesão, talvez até tenham sido removidos e colocados de volta. A segunda imagem é o logo do personagem, ao qual quase confirma a identidade dele, em que podemos ver a cabeça do personagem encoberta pelo capacete de seu uniforme e com os braços cruzados. Mas o detalhe é que o braço não está ligado ao corpo, mostrando somente da altura do cotovelo e expondo os músculos e o osso. Isso foi a maior dica para resolver o mistério deste personagem supostamente original, criando a conexão com o Arm-Fall-Off. E a confirmação da habilidade veio com o trailer em abril de 2021, mostrando o personagem de Nathan em uma rápida cena com os braços flutuando próximo ao corpo, pronto para entrar em ação.

    O provável motivo da criação do novo personagem para o filme baseado nas características do Arm-Fall-Off é a prisão de um dos criadores do personagem, Gerard Jones, com sentença de 6 anos por possuir pornografia infantil em 2018. Ao recriar o personagem, a DC Comics/Warner Bros. se desliga do nome do escritor e, talvez, evita obrigação contratuais por direito de uso.

    “O Esquadrão Suicida” estreia nos cinemas no dia 5 de agosto.

    Rayanne Matos
    Rayanne Matoshttps://terraverso.com.br
    Capixaba. 1993. Bióloga. Sarcasmo. Socialmente distante. Hera Venenosa. Torre de Babel. Me envie fanfic. Time is money, money is power, power is pizza and pizza is knowledge. Let’s go!

    Deixe seu comentário

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Você pode gostar

    Siga-nos

    24,169FãsCurtir
    15,600SeguidoresSeguir
    19,534SeguidoresSeguir

    Últimas Postagens