O ator Ray Fisher respondeu a alguns dos comentários feitos pelo porta-voz de Joss Whedon. A estrela de Liga da Justiça alegou que algumas das mudanças durante as refilmagens do filme foram motivadas por questão raciais. Em grande parte, o porta-voz de Whedon negou categoricamente a acusação de racismo e comentou que o software de correção de cores e a mudança de equipes foram os fatores responsáveis pela mudança. Em uma declaração ao CinemaBlend, Fisher refutou as explicações em defesa de Whedon;

“Isso é apenas um fio de cabelo de distância da defesa de ‘Fisher estava chateado com o Booyah’. Tenho tentado o meu melhor para garantir que Joss Whedon e Jon Berg não possam ser jogados completamente debaixo do ônibus pelos outros caras.”, disse ele ao CinemaBlend.”Mas quando eles apresentaram essas desculpas idiotas publicamente, eles tornarão meu trabalho muito mais difícil. Estou me acomodando com minha família esta noite. Terei um estudo mais aprofundado sobre uma resposta amanhã.”

Ray Fisher retornará como Cyborg em ‘Liga da Justiça Snyder Cut’, que será lançada em 4 partes no streaming HBO Max.

Sobre Willyan

Willyan Bertotto

Publicitário. Diretor de Arte, Designer e Batmaníaco. Fã incondicional da DC Comics e pesquisador assíduo desse universo e todas as suas possibilidades de transformação.

Últimas notícias