Aquaman: King of Atlantis explora a vastidão da mitologia do herói, em uma aventura divertida e encantadora

    Aquaman: King of Atlantis marca o retorno do Rei dos Mares para as séries animadas, desta vez como protagonista. Tendo como foco o público infantil, a animação convida o telespectador a submergir em uma aventura psicodélica, recheada de muita ação e visuais encantadores. A produção respeita a imponência do herói e é uma porta de entrada perfeita para o seu universo. 

    É de conhecimento geral que o Aquaman possui um histórico peculiar com animações, muito disso por causa da série do Super-Amigos, de 1973, que afundou a reputação do personagem para o grande público, ridicularizando sua imagem e habilidades. Algo que foi ecoado durante décadas no cenário da cultura pop.   

    Com o passar dos anos, outras produções trouxeram abordagens mais respeitosas com o herói, usando de base versões como da Era de Prata ou como a famosa fase do gancho dos anos 90. Entretanto, nenhuma delas soube explorar a vastidão de sua mitologia, preferindo navegar em águas rasas, sendo que esse é o maior diferencial encontrado na nova animação, que usa do humor para mergulhar de cabeça nesse universo, sem descaracterizar o seu protagonista. 

    Produzida por James Wan, a minissérie leva em consideração os eventos do filme de 2018 (apesar da ausência da Rainha Atlanna), mostrando os primeiros dias de Arthur como o soberano de Atlantis e suas dificuldades para conquistar o amor de seus súditos, enquanto desvenda um mistério que pode colocar um fim em todo o mundo. 

    A produção, dividida em três capítulos, possui uma trama redonda e contínua, saindo de questões até mesmo simplórias, como o desconforto do trono real, e crescendo a partir disso. Tendo sempre o seu ápice em meio a uma grande batalha, onde o Aquaman persevera diante de seus inimigos e se mostra digno de ser rei, ele acaba oltando sempre para o seu ponto de partida, a sala do trono. A trilogia investe na simplicidade, que não deve ser vista como demérito. 

    O roteiro é inteligente e sabe preceitos envolvendo o personagem ao seu favor. As piadas envolvendo a comunicação com os peixes está presente, mas a habilidade é sempre usada de forma útil e inventiva, surpreendendo até mesmo os personagens desse universo. Inclusive, contando com um número musical dedicado a desmistificar esses poderes, intitulado “Talking to the Fish”, que está disponível no Spotify. 

    Outro grande destaque da série é a Princesa Mera, que possui uma personalidade explosiva e irreverente, sendo colocada muita das vezes como os “músculos” da dupla. Ela exibe suas habilidades em seu máximo, sendo mais poderosa que maioria dos personagens a sua volta. Entretanto, também é explorado o seu lado de apoio e conselheira, ajudando Arthur a entender as regras do mundo submarino.  

    O estilo da animação tem como influência e inspiração outras produções como Steven UniversoThunderCats Roar!, possuindo um traço estilizado, dando destaque a cores vivas, com foco em uma paleta fria, contrastando com o vermelho e amarelo nas cenas dramáticas ou de tensão. A movimentação dos personagens é bastante fluída, e até frenética em certos momentos, se beneficiando dos designs mais arredondados. 

    Outro destaque importante foi a dublagem brasileira, que fez um excelente trabalho de localização, inserindo termos com ditos populares e até piadas de forma primorosa nos diálogos. Francisco Júnior dublou o Aquaman e Luisa Palomanes era a voz da Mera. 

    Aquaman: King of Atlantis é uma história curta, mas de extrema qualidade, pegando todo esse universo subaquático e brincando com suas possibilidades, estando repleta de referências que vão muito além ao que foi apresentado nos cinemas. A produção deve divertir crianças de todas as idades, inclusive as adultas. 

    Os três capítulos da animação estão disponíveis no streaming HBO Max. 

    Nota:

    Excelente: 52/52

    Marcos Vinícius
    Olá! Meu nome é Marcos e tenho um grande amor pelo jornalismo. Possuo um podcast, o Sabor de Ambrosia, e sou um grande fã da DC desde que me entendo por gente. Escrevo de tudo um pouco e, espero que gostem do que tenho pra falar.

    Deixe seu comentário

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Você pode gostar

    Siga-nos

    24,169FãsCurtir
    15,600SeguidoresSeguir
    19,444SeguidoresSeguir

    Últimas Postagens