Anualmente as séries situadas no Cwverso acabam realizando alguns crossovers, sendo que o último foi Crise nas Infinitas Terras e acabou reestruturando o mundo dos heróis como um todo.

Após os eventos da Crise, os heróis agora vivem em um mesmo universo, a Terra-Prime, fazendo com que os fãs esperassem que as interações entre os heróis fossem mais recorrentes ou que os eventos pós-crise interferissem diretamente nas tramas. No entanto, as estreias de Batwoman e Raio Negro parecem andar por um caminho diferente, e até mesmo ignoram alguns acontecimentos, como é o caso da série estrelada pela família Pierce.

A partir deste parágrafo, existem alguns spoilers sobre os retornos de Raio Negro e Batwoman.

Raio Negro retornou para sua última temporada no dia 8 de fevereiro e segue os acontecimentos da terceira temporada, porém até o momento não existem menções sobre os demais heróis. Outra série que retornou este ano foi Batwoman, que diferente de Raio Negro enfrentou alguns desafios criativos, como a escalação de uma nova atriz para o papel principal, que acabou ficando com Javicia Leslie, que interpreta Ryan Wilder.

Diferente de Raio Negro, Batwoman até cita algumas vezes Kara Danvers e diz que o desaparecimento de Kate Kane se deu após uma visita à Supergirl. Além disso ela envolve a Kryptonita que estava em posse de Kate desde a Crise. Porém o roteiro apenas indica menções, mas não chegamos a ver de fato a personagem de Melissa Benoist. Como comentei na crítica do primeiro episódio (LEIA AQUI), podíamos esperar diversas ligações com o Cwverso, mas já no segundo episódio este teoria acabou caindo por Terra-Prime (desculpem o trocadilho).

Após vermos que estes heróis estão agindo de forma isolada, nosso principal questionamento diz respeito à formação de uma Liga da Justiça formada pela Supergirl, Superman, Flash, Raio Negro, Caçador de Marte, Batwoman (Kate Kane), Canário Branco e uma cadeira pertencente ao Arrow. Até o momento, a ideia de haver um universo compartilhado e uma versão da Liga da Justiça para as séries parece ter sido abandonada.

Na configuração da 2ª temporada de Batwoman, por exemplo, se a trama seguir o rumo que está tomando, acredito que nunca veremos Ryan Wilder assumir o lugar de Kate na Liga da Justiça da CW. Raio Negro também vai por este caminho, a história de Jefferson Pierce e sua família começou um ano após eles testemunharem perante o Congresso sobre os crimes da American Security Agency (ASA) contra o povo de Freeland.

No primeiro episódio vemos Jefferson, profundamente deprimido após a morte violenta de seu melhor amigo durante o final da 3ª temporada. Outro ponto que chama atenção é o fato dele não ter vestido o traje de Raio Negro, mesmo com Freeland sendo dilacerada pela violência de gangues e metahumanos desonestos. Isso fez com que Anissa e Jennifer (Tormenta e Rajada) e até mesmo a Dra. Lynn Stewart e Peter Gambi acabassem assumindo a responsabilidade de proteger o lugar onde vivem. No decorrer do episódio, ainda vemos que nem o retorno de Tobias Whale, o estimulou a retornar à ação.

Assim como acontece com Ryan, acredito que também não veremos nem Anissa nem Jeniffer assumindo um lugar ao lado dos outros heróis do Cwverso, apesar dos fãs (inclusive eu) seguidamente apontarem nas redes sociais que gostariam de ver Ryan e Anissa atuando lado a lado.

Talvez uma maior interação entre os personagens tenha sido prejudicada devido aos protocolos de segurança exigidos para conter a pandemia do novo coronavírus. Afinal o crossover entre Batwoman e Superman e Lois foi cancelado justamente por causa destes protocolos de segurança. Além disso, apesar de defender uma maior interação entre os personagens de Batwoman e os outros heróis, ao meu ver seria um pouco precipitada a ideia de apresentar uma nova protagonista para o público e ao mesmo tempo introduzí-la nesta formação da Liga da Justiça. Raio Negro ainda enfrenta um desafio maior quando falamos em crossosvers, visto que  ela é a única série que não é filmada em Vancouver.

Espero que no futuro voltemos a ver estes heróis lutando lado a lado e enfrentando ameaças que não conseguiriam derrotar separadamente. Um ponto negativo, caso isso não ocorra e abandonarem a ideia da Liga da Justiça da CW, mesmo que momentaneamente, acabará invisibilizando o fato de Jefferson ter sido um dos heróis responsáveis por combater o Anti-Monitor e um dos fundadores da Liga, visto que sua série chegará ao fim este ano.

Nos resta apenas esperar se estes planos serão retomados e como Superman e Lois estreia dia 23 deste mês, poderemos observar se ela fará alguma menção à Terra-Prime ou assim como as outras séries, seguirá um caminho isolado.

Sobre Lucas

Avatar

Sou publicitário formado pela UFSM, mestre e doutorando em comunicação pela UFSM também. Fora isso, apenas alguém apaixonado pelo mundo nerd.

Últimas notícias