Em meados de 2018 foi anunciado ao fim do crossover Elseworlds que o próximo grande evento do Arrowverso, universo compartilhado de séries do canal CW, seria a adaptação de Crise nas Infinitas Terras, uma obra que além de ser um dos grandes clássicos DC é um marco na história dos quadrinhos. Para boa parte dos fãs houve uma enorme onda de desconfiança a respeito de como o canal iria tratar este que prometia ser um dos projetos mais audaciosos em um seriado televisivo sobre um evento que celebrou os 50 anos de existência da DC Comics e, do meu ponto de vista, houve cuidado em preparar o terreno para a chegada desta que será a maior batalha dos Arqueiro e seus aliados.

Um ano se passou e entre rumores, confirmações, retornos e gratas surpresas enfim, podemos dizer que uma Crise chegou e mesmo que você não seja um fiel seguidor das séries CW desde o seu inicio, como meu caso que acompanho apenas Supergirl e Raio Negro, você consegue entender o porquê de toda aquela tensão ao final de Elseworlds. Já havia a previsão de que “mundos cairão” e de fato ninguém está seguro com esta Crise. Se isto não empolga muito por ser um produto CW, pois divide opiniões de boa parte dos fãs de DC, a ideia é no minimo tentadora.

O episódio inicial deste crossover que será contado em 5 partes começa a partir do episódio 7 da temporada final de Arrow e vai se conectando a Supergirl e Flash que também teve sua atual temporada voltada a crise. O episódio marca o retorno de Legend’s of Tomorrow aos crossovers com a presença de Caity Lotz e Brandon Routh como Sara Lance e Ray Palmer respectivamente, sendo um reforço de peso para o grande desafio que vai ser parar o fim do Multiverso como se conhece.

O fim do Multiverso começa a ser contado a partir de uma onda de anti-matéria que chega na Terra 38, onde se passam os eventos de Supergirl e os heróis reunidos por Layla, agora denominada de Percursora, terão que evitar que isso destrua este universo. O episódio tem boas surpresas ao longo de sua narrativa, mudanças que indicam como será o futuro do Arrowverso e já deixa claro o tom do que será os 4 episódios posteriores ao que foi exibido neste ultimo domingo (8), uma corrida contra o tempo para deter a onda de destruição que vem apagando da existência o Multiverso.

A história deste episódio também lembra algo que acontece nas próprias HQs, onde heróis e vilões que estão em disputas particulares deixam tudo de lado para que a sobrevivência de toda uma humanidade ocorra, e vemos uma aliança que dados os eventos recentes em Supergirl não aconteceria sobre hipótese alguma. Neste episódio, a atriz Melissa Benoist é um dos destaques ao ver a Mulher de Aço lutando com todas as suas forças sem perder a esperança para que seu mundo sobreviva e contando com a ajuda do Superman de Tyler Hoechlin, que deixa sua aposentadoria após ser pai para se juntar a equipe de heróis formada para tentar deter a Crise. Vemos a dupla de kryptonianos defendendo o lar que os acolheu contra os inimigos que surgem neste primeiro combate com o Anti-Monitor, citado pela primeira vez em toda a história como o inimigo a ser derrotado.

Também se destaca uma narrativa que já vem sendo trabalhada em Arrow, a relação de Oliver Queen de Stephen Armell e sua filha, Mia Smoak de Katherine McNamara que ganhou um papel recorrente na temporada de encerramento da série do Arqueiro. A relação que era de muito mais conflito agora tem uma proximidade muito maior e os laços de afeto entre ambos se tornam mais fortes destacando uma cena emocionante que ocorre nos momentos iniciais do episódio.

Esta primeira parte do crossover se encerra com uma surpresa um tanto chocante para os fãs como a que ocorre com Nash Wells após seu desaparecimento na cena pós-créditos, que inicialmente foi exibida em Batwoman. O início da Crise se torna promissor tanto como um crossover para os fãs do Arrowverso como para fãs de adaptação de quadrinhos prometendo momentos que serão emocionantes e surpresas que irão surgir ao longo destas 5 horas de episódios.

O próximo episódio de Crise nas Infinitas Terras será transmitido nesta segunda, confira a nossa matéria especial sobre o crossover clicando aqui .

Sobre Ricardo

Avatar

Fã de quadrinhos, séries, filmes e games. Apaixonado por DC de Grant Morrison a Alan Moore. Mais um privilegiado de estar na amada Terraverso.

Últimas notícias