Pacificador | James Gunn revela que insulto ao Batman quase foi cortado da série por executivos da DC

    Nova série original do DCEU, Pacificador chegou com tudo. Apesar dos ótimos reviews por parte da crítica especializada e da boa aceitação da audiência, o seriado solo do anti-herói chegou a incomodar os executivos da DC Comics antes mesmo do show estrear. Isso porque, de acordo com o criador da série, James Gunn, um insulto do personagem interpretado por John Cena ao Batman quase foi cortado do quarto episódio da produção. Em conversa com o podcast do The Hollywood Reporter (via TVLine), Gunn se surpreendeu quando soube que os executivos não curtiram nem um pouco o Pacificador insultando o Batman.

    Fiquei muito surpreso porque eles não gostavam muito do Pacificador chamando o Batman de b***a. Eu estava, tipo: ‘Mas ele fala coisas terríveis sobre todos esses outros super-heróis que são muito piores do que chamar o Batman de b***a’. Não só isso, Batman é o único sobre o qual ele faz uma observação justa. Todo mundo que ele critica é baseado no que ele lê na Internet. Tudo o que ele acredita é meio sem sentido e o Batman é o único que ele tem um ponto de vista que faz algum sentido [na cabeça dele].

    Disse o diretor.

    Eu não sei [o motivo de preocupação por parte da DC]. Você teria que perguntar a eles. Eu não sei porque ele [Pacificador] chamando o Batman assim é potencialmente mais ofensivo do que ele dizendo que o Superman [tem fetiche por cocô]. Eu não entendo a preocupação com um e com outro não. A única outra coisa que a HBO Max me disse foi: ‘Nós somos a HBO e vocês estão dizendo a palavra com “F” muitas vezes”.

    continuou James Gunn na conversa ao podcast. Além dos insultos ao Batman e ao Superman, a série aborda ainda a ideia sem noção do Aquaman fazer sexo com peixes.

    Quanto ao Batman, para melhor contextualizar o que James Gunn disse no podcast e o que vai acontecer no seriado, o anti-herói questiona a sexualidade do Cavaleiro das Trevas durante uma discussão na qual o Pacificador não é considerado, por uma vizinha de seu pai, um herói de verdade por matar as pessoas e ele responde insultando o Batman, que conhecidamente, não mata nenhum de seus vilões. Esse momento polêmico estará presente no quarto episódio da série, que estreia na próxima quinta-feira, dia 20 de janeiro, na plataforma de streaming.

    Além de roteirizar e também dirigir O Esquadrão Suicida, James Gunn é o principal nome por trás da série original da plataforma HBO Max, Pacificador, produção estrelada por John Cena. Criada por Gunn, que dirigiu cinco episódios da primeira temporada, a produção serve como uma história que continua a narrativa trazida pelo longa lançado em agosto do ano passado.

    Pacificador tem oito episódios no total, sendo que os três primeiros já estão disponíveis no serviço de streaming. Os outros cinco episódios serão lançados semanalmente dentro da plataforma. Mesmo que a série se passe logo após os acontecimentos de ‘O Esquadrão Suicida’, sendo praticamente uma continuação direta, a produção ainda promete mostrar detalhes do passado de Christopher Smith, nome civil do anti-herói. Pacificador já pode ser assistida através da plataforma HBO Max.

    Murilo Césarhttp://linktr.ee/muurilocesaar
    Jornalista especializado em entretenimento. Editor de Textos em programa de cultura pop na TV e pós-graduado em Produção de Conteúdo para Multiplataformas. DCnauta fanático e devoto de Zack Snyder.

    Deixe seu comentário

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Você pode gostar

    Siga-nos

    24,169FãsCurtir
    15,600SeguidoresSeguir
    19,672SeguidoresSeguir

    Últimas Postagens