O desenhista Jae Lee emitiu uma declaração em sua conta no Instagram sobre a acusação do escritor Tom King e da subsequente retratação de sua declaração -Leia aqui- ligando o artista Jae Lee ao movimento Comicsgate,

Os pensamentos de Lee sobre o assunto fazem parte de um post maior que Lee fez em homenagem ao seu cão de estimação, Loki, que faleceu duas semanas antes. “Nós íamos levá-lo para a praia e nos confortar compartilhando nossas histórias favoritas sobre nosso garotinho. Em vez disso, uma parte da internet que eu evito como uma praga surgiu invadindo.” Confira abaixo:

View this post on Instagram

Two weeks ago, June and I took Loki to San Diego to see a specialist. He did not survive due to complications from the surgery. This past Friday was supposed to be a day of mourning. We were back in San Diego to pick up his ashes. We were going to take him to the beach and comfort each other by sharing our favorite stories about our little boy. Instead, a part of the internet I avoid like the plague came barging in. I had companies I'm working for calling me, friends reaching out to me. I'm seeing hate pouring out of strangers' mouths, accusing me of things I have no knowledge of. I'm seeing first hand how fast lies are spreading. Let me be clear, I'm not part of ANY group. We never made it to the beach. We spent the entire six hour drive back home on an emotional roller coaster. I'm writing this because I'm angry. These irresponsible tweets are not harmless. They do not just go away. They have real world consequences. They can take away your job. Your life. Your memories. June and I were robbed of a special day. So, no, we're not "all good." This isn't the start of a conversation. This is the end. So please, don't drag me into a world I never wanted to be a part of, nor will I ever want to be a part of. I want to honor Loki by going back to producing art made with love. For people who enjoy it for what it is. Something that hopefully brings joy into their lives. Mommy and Daddy miss you so very much, Loki, our love.

A post shared by Jae Lee and June Chung (@jaeleeart) on

Há duas semanas, June e eu levamos Loki a San Diego para ver um especialista. Ele não sobreviveu devido a complicações da cirurgia. Na sexta-feira passada deveria ser um dia de luto. Voltamos a San Diego para pegar suas cinzas. Íamos levá-lo à praia e nos confortar, compartilhando nossas histórias favoritas sobre o nosso menino.

Em vez disso, uma parte da Internet que eu evito, como uma praga, surgiu. Eu tinha empresas para as quais eu estava trabalhando, amigos entrando em contato comigo. Estou vendo o ódio saindo da boca de estranhos, me acusando de coisas das quais não tenho conhecimento. Estou vendo em primeira mão a rapidez com que as mentiras estão se espalhando. Deixe-me ser claro, eu não faço parte de nenhum grupo.

Nós nunca chegamos à praia. Passamos as seis horas inteiras de volta para casa em uma montanha-russa emocional. Estou escrevendo isso porque estou com raiva. Esses tweets irresponsáveis ​​não são inofensivos. Eles não simplesmente uma expulsão. Eles têm consequências no mundo real. Eles podem tirar seu trabalho. Sua vida. Suas memórias. June e eu fomos roubados de um dia especial.

Então, não, não somos “todos bons”. Este não é o começo de uma conversa. Esse é o fim. Então, por favor, não me arraste para um mundo do qual nunca quis fazer parte, nem jamais desejarei fazer parte. Quero homenagear Loki voltando a produzir arte feita com amor. Para pessoas que gostam do que é. Algo que, esperançosamente, traz alegria para suas vidas. Mamãe e papai sentem muita falta de você, Loki, nosso amor.

A edição “Rorschach #1”, que conta com capa variante de Jae Lee, será lançada nos EUA no dia 13 de outubro.

Sobre Willyan

Willyan Bertotto

Publicitário. Diretor de Arte, Designer e Batmaníaco. Fã incondicional da DC Comics e pesquisador assíduo desse universo e todas as suas possibilidades de transformação.

Últimas notícias