Publicação de Agosto de 2017 em encadernado capa cartão e miolo LWC em 140 páginas, a um custo de 19,90,  vem como a primeira leva dos encadernados no renascimento, junto com Flash, Titãs, Arqueiro Verde entre outros.

 

Para início de conversa, a iniciativa Renascimento faz jus a história, pois traz um Slade Wilson de volta a suas origens como o maior assassino do mundo. A edição não quebra uma promessa criada por Marv Wolfman, onde o antiherói retoma o seu teor clássico, recontando alguns pontos chaves pra se entender a origem e as motivações do Exterminador.

O quadrinho se inicia mostrando o passado conturbado que Slade tinha com seus dois filhos, mostrando que o foco do escritor é em apresentar o passado do Exterminador, e em seguida, mostra como sempre o mesmo indo atrás de um contrato, um dos pontos mais centrais de sua personalidade. Slade não tem como norte a honra, e sim o compromisso selado entre duas partes.  O principal chamariz do quadrinho e que deixa o leitor aguçado é a dinâmica da história que não segue uma linha direta, você fica voltando no passado, puxando referências que servem pra justificar o que está se passando no quadro a seguir, coisa que faz um leitor desatento não compreender bem o que acontece.

A trama principal da história, suge logo após a apresentação do Exterminador ao público. Ela envolve a Devastadora, filha de Slade, que foi posto um contrato para sua eliminação, motivo pelo qual ambos são levados a Gotham atrás de pistas. Batman, Asa Noturna e até mesmo Damian são inseridos na trama de forma a acentuar a percepção de genialidade dessa história, visto que, temos dois grandes detetives se confrontando (não diretamente), a procura de respostas que estão bem embaixo do nosso nariz, mas, que são apresentadas ao público pelo nosso protagonista de forma esplêndida.

Esse primeiro arco foca muito no passado de Slade Wilson, mostrando inclusive como ele perdeu seu olho direito. Recomendamos a leitura por ser um excelente ponto de início conhecer o personagem icônico dos quadrinhos. Não é necessário qualquer leitura prévia para entender o desenrolar da história. A HQ é escrita por Christopher Priest e direção de arte inclui vários artistas como Carlo Pagulayan e o brasileiro Joe Bennett.

O encardenado vem com as histórias Deathstroke : Rebirth 1 e Deathstroke 1-5 publicados mensalmente de Outubro a Dezembro de 2016.

Sobre Marcelo

Avatar

Empresário, amante da DC Comics.

Últimas notícias