Deadman, (conhecido como Desafiador aqui no Brasil) é o fantasma do trapezista Boston Brand, que segue vagando pela Terra possuindo corpos. Sua primeira aparição foi em Strange Adventures #205 de Arnold Drake e Carmine Infantino, em outubro de 1967.

Um artista de circo assassinado em seu auge, Boston Brand vaga pela Terra em busca de justiça.

Em vida, Boston Brand era um dos maiores acrobatas do mundo, retratado sempre com um ser humano arrogante e temperamental. Em ‘Os Novos 52’, é mostrada a juventude de Boston, convivendo com brigas e discussões entre seus pais, tornando ele um adulto muito amargurado. Mas na morte, ele se torna um grande herói. Brand se apresentou como trapezista usando o nome artístico “Deadman” devido a seus atos desafiadores da morte, pintura facial branca fantasmagórica e fantasia extravagante. Mas durante uma de suas performances, ele foi assassinado no ar por um misterioso assassino conhecido apenas como “O Gancho”. Quando ele morreu, seu espírito recebeu o poder de possuir qualquer ser vivo pela deusa hindu Rama Kushna, para que assim, Boston pudesse procurar seu assassino e receber a paz que merece. 

Mesmo em alguns momentos da história, Deadman chega a encontrar o seu assassino, que o matou como parte de um ritual de iniciação para se juntar a Liga dos Assassinos, ele continuou a usar suas habilidades para ajudar as pessoas no mundo mortal. Embora a maioria dos heróis da Terra não saiba sobre a existência de Brand como Deadman, há alguns que sabem quem ele é. Ele trabalhou várias vezes com o Batman, bem como heróis do mundo sobrenatural, como o Espectro e os Sentinelas da Magia. Nos anos mais recentes, ele serviu como membro da Liga da Justiça Sombria. Seja de forma solo ou como parceiro de outros heróis, Deadman continua assombrando a Terra, protegendo os inocentes e trabalhando para equilibrar os níveis de justiça.

Poderes

Deadman é invisível e inaudível para a maioria das pessoas (exceto as que são iniciadas em magia ou que tem algum tipo de percepção especial para espíritos); ele também é totalmente imaterial, não sendo afetado por forças como a gravidade, por exemplo; na forma de fantasma apenas poderes sobrenaturais podem feri-lo. Quando possui um corpo, Deadman pode usá-lo para falar e agir como quiser, porém, ele pode ser ferido. Se o corpo que ele ocupa morre, ele é imediatamente expelido para fora, voltando a ser fantasma. Ele também possui reflexos sobre humanos, o beneficiando na hora do combate. Ele ainda consegue entrar em sintonia com o cosmo, e tem o dom de sentir um iminente evento cósmico ou quando o cosmo está ameaçado.

Embora este personagem tenha sido originalmente introduzido durante a era de publicação Terra-Um da DC, sua existência após os eventos da série limitada Crise nas Infinitas Terras de 1985-86 permanecem intacta. No entanto, alguns elementos da história pré-crise do personagem podem ter sido alterados ou removidos para a continuidade da Nova Terra pós-crise, e devem ser considerados apócrifos.

Curiosidades

  • O irmão gêmeo de Boston, Cleveland Brand, ocasionalmente se passava por Deadman durante as apresentações no circo.
  • A roupa de trapezista de Deadman foi a inspiração para a fantasia original do Asa Noturna de Dick Grayson.
  • Boston morreu às 2 horas do dia 10 de setembro. Sua lápide indica sua data de nascimento, e data de morte como 1932-1966. Brand tinha 34 anos de idade na época de sua morte.
  • Quando Deadman possui o corpo de outro ser vivo, esse corpo hospedeiro é cercado por um brilho verde que não pode ser visto por olhos mortais — apenas pelo próprio Deadman.

O personagem teve grandes histórias ao lado do Batman, enfrentando a Liga dos Assassinos em Nanda Parbat. O lugar é mantido por Rama Kushna e lá estavam as pessoas mais más do mundo, onde o poder de Rama os mantinha sãos e bons. Um dos piores momentos foi quando Darius Caldera, devoto de Rama, quase destruiu o mundo quando deixou a cidade. Nanda Parbat mais tarde caiu devido a um ataque combinado de força militar e mística. 

O escritor e desenhista Neal Adams foi o grande responsável por popularizar o personagem no final dos anos 60, retornando para novas edições em 2017. Em seu último trabalho a frente do personagem, Adams lançou uma série de seis edições que abordava relações do personagem com seus pais e irmãos, contando com a participação de Ra’s al Ghul, Batman, Zatanna, Phantom Stranger, Dr. Destino, Etrigan e o Espectro.

Deadman apareceu duas vezes de forma breve na história de Mark Waid e Alex Ross ‘O Reino do Amanhã’, primeiro em um bar de meta-humanos (ao lado de Rorschach, Manto Negro e Questão) onde ele ofereceu algumas palavras de encorajamento a Norman McCay. Ele aparece como um esqueleto usando os restos esfarrapados de seu uniforme.

Ele também aparece na história de Neil Gaiman, ‘The Books of Magic’, de forma muito semelhante à sua aparição em Reino do Amanhã. Ele possui o corpo de várias pessoas ao longo dos quadrinhos, tentando alertar Timothy Hunter sobre um perigo que está chegando.

Em Flashpoint, Boston Brand faz parte do Haly’s Circus, como atração de um show ao lado dos Graysons Voadores. Ele também aparece brevemente no arco da história “Poder Absoluto” de Jeph Loeb na edição Superman/Batman.

Na TV,  Deadman participou do desenho animado “Batman: Bravos e Destemidos” — no episódio “Dawn of the Dead Man!” (“O renascer de um homem morto”, na versão brasileira), de 2009.  Na ocasião, ele foi dublado por Michael Rosenbaum, o Lex Luthor de Smallville. Além disso, o personagem participou de outras animações como ‘Liga da Justiça: Sem Limites’ e ‘Liga da Justiça Sombria’.

Ele também tem seu próprio curta-animado, em três episódios, criado pelo DC Nation Shorts e dublado por Matt L. Jones. Estes três curtas foram produzidos pelo Cartoon Network e pelo criador C.H. Greenblatt. Nos games, ele apareceu em ‘LEGO DC Super-Villains’.

O personagem já fez parte dos seguintes grupos; Liga da Justiça Sombria, Sentinelas da Magia, Sete Soldados da Vitória e Tropa dos Lanternas Negros.

O personagem ainda não teve sua aparição em live-action. Em 2011, a WBTV contratou o criador de Supernatural, Eric Kripke, para comandar uma série de televisão sobre o Deadman para a The CW, enquanto a emissora estava procurando encomendar uma nova série de super-heróis. No ano seguinte, outra série de super-heróis estreou na emissora, Arrow. Uma série do Deadman nunca se concretizou e Kripke se dedicou para outros projetos.

Uma série sobre a Liga da Justiça Sombria, produzida por J.J Abrams, está programada para chegar ao streaming HBO Max em breve. 

Sobre Willyan

Willyan Bertotto

Publicitário. Diretor de Arte, Designer e Batmaníaco. Fã incondicional da DC Comics e pesquisador assíduo desse universo e todas as suas possibilidades de transformação.

Últimas notícias