Durante o painel ‘Batman: The Joker War!’ no DC FanDome, a escritora da Batgirl, Cecil Castellucci falou sobre a aparição da Batgirl no arco, embora ela não estivesse sabendo do que aconteceria. Quando ela viu a capa da Batgirl #47 — que mostra o Coringa batendo na porta de Barbara — Castellucci afirmou: “Talvez seja uma oportunidade de revisitar esse momento e ter a Batgirl em um lugar diferente, tendo lidado com seu trauma.”, disse ela. “E que isso seja uma resposta a Piada Mortal. Foi uma oportunidade real para abordar o erro feito a Barbara nesta edição.”

Castellucci conversou com a editora de quadrinhos, Jessica Chen e com o artista Robbi Rodriguez, e todos concordaram em “ecoar algumas das imagens de Piada Mortal, mas transformá-las em suas cabeças”. Castellucci disse que o processo era complicado, mas valeu a pena dar voz a Bárbara contra o homem que a feriu gravemente e a traumatizou.

Ela também mencionou que esta questão não foi a primeira vez que Batgirl e Coringa se encontraram desde os eventos da Piada Mortal. No entanto, essas reuniões nunca lidaram com a “ferida central” que Barbara havia sofrido por causa dele. “Do meu ponto de vista, ela nunca nomeou seu trauma e o confrontou completamente e teve a oportunidade de confrontar seu agressor”, comentou.

A nova série Batgirl em curso escrita por Cecil Castellucci começou em 2016. Até agosto de 2020, 48 edições foram publicadas com #49 e #50 saindo no final de setembro e início de outubro, respectivamente, encerrando as publicações solo da personagem.

Sobre Willyan

Willyan Bertotto

Publicitário. Diretor de Arte, Designer e Batmaníaco. Fã incondicional da DC Comics e pesquisador assíduo desse universo e todas as suas possibilidades de transformação.

Últimas notícias