O talentoso ilustrador brasileiro Robson Rocha faleceu devido a complicações da COVID-19. Robson estreou na DC em 2010 e trabalhou na fase d’Os Novos 52, em títulos como SinestroAves de Rapina Batman/Superman. Em 2016, ele assinou um contrato de exclusividade com a DC Comics, onde permaneceu desde então. Ele assumiu a arte das páginas internas do título “Aquaman”, que contava com o roteiro de Kelly Sue DeConnick. Artistas lamentaram a partida precoce de Robson.

Hoje, a indústria de quadrinhos perdeu um de seus maiores talentos. Eu, eu perdi um irmão. Robson Rocha estava destinado a ser um dos gigantes da indústria, e ele já estava a caminho de se tornar um. Eu costumava brincar com ele que seu trabalho era tão bom que chegava a ser ofensivo”

“Sentindo muito por ficar sabendo da morte de Robson Rocha. Nunca o conheci, mas ele foi uma grande inspiração para mim. Meus mais profundos sentimentos à sua família, amigos e fãs”.

“Descanse em paz, Robson Rocha. Cedo demais. Uma perda enorme para os quadrinhos, sua família e amigos”

“É com grande tristeza que compartilho a triste notícia do falecimento do artista da DC Robson Rocha. Um jovem artista incrivelmente talentoso do Brasil – Robson começou na DC há apenas 11 anos e sempre me impressionou com a incrível energia e fluidez de seu trabalho artístico. […]”

A perda de Robson é lamentável como um talento brasileiro em ascensão com criações em um universo tão querido por muitos fãs do país. Lembrando que uma vacina para a COVID-19 existe desde dezembro de 2020, e o governo brasileiro ignorou 53 e-mails relacionado a propostas do imunizante produzido pela Pfizer, conforme afirma o vice-presidente da CPI da Covid no Senado Federal, Randolfe Rodrigues.

Sobre Willyan

Publicitário. Diretor de Arte, Designer e Batmaníaco. Fã incondicional da DC Comics e pesquisador assíduo desse universo e todas as suas possibilidades de transformação.

Últimas notícias