A escritora Kelly Sue DeConnick confirmou sua saída do  título de Aquaman da DC, na edição Aquaman #65 de 17 de novembro, a ser incluído nas solicitações de novembro de 2020 da DC. Ainda não está claro qual é o futuro do título do Aquaman após o mês de novembro.

DeConnick assumiu o Aquaman em 2018 no número #43, escrevendo mais de 20 edições da série.

Você é muito gentil, mas as condolências são desnecessárias.”, afirma DeConnick no Twitter em resposta a um fã que afirmou que Aquaman havia sido cancelado. “Estou deixando o livro por algumas questões passadas quando eu tinha planejado sair. Fiquei mais tempo do que pretendia porque a pandemia me fez atrasar algumas coisas e precisei de tempo extra para encerrar histórias.”

Embora DeConnick não confirme ou negue que Aquaman terminará na edição #65, ela afirma que “não há ninguém para passar a tocha de imediato”, indicando que a DC também não está pronta para fazer esse anúncio. Em entrevista ao Newsarama ela comentou mais detalhes;

“Há muita ansiedade quando uma nova equipe vem a bordo e eu aprecio profundamente sua confiança, paciência e apoio.”, afirma DeConnick. “A única má notícia para mim, pessoalmente, é que não há ninguém para passar a tocha de imediato!”

“O negócio é o seguinte: Este não é o fim do Aquaman.”, afirma DeConnick. “O que ele nos ensinou? Guie o barco, não o oceano; esperar a tempestade passar. Quando for a hora certa, ele voltará. Tenho certeza disso. E eu vou olhar para a frente para ler suas novas aventuras, então.”

A declaração de DeConnick vai de encontro a especulação realizada anteriormente sobre o fim da run. A DC atualmente vem reestruturando suas equipes editoriais, e mudanças e novos anúncios podem ocorrer em breve.

Sobre Willyan

Willyan Bertotto

Publicitário. Diretor de Arte, Designer e Batmaníaco. Fã incondicional da DC Comics e pesquisador assíduo desse universo e todas as suas possibilidades de transformação.

Últimas notícias