O ator Ray Fisher voltou as redes sociais para comentar que haverá a alteração do investigador no caso que apura suas acusações de abuso no set de gravações do filme ‘Liga da Justiça’, contra o diretor Joss Whedon e os produtores Geoff Johns e Jon Berg. Confira:

“Devido à proposital falta de transparência (e em alguns casos mentiras flagrantes) por parte da Warner Bros Pictures e a empresa terceirizada contratada por eles para investigar o caso da Liga da Justiça – foi feito um pedido oficial de mudança de investigador para a WarnerMedia. Para proteger as testemunhas envolvidas e as informações que possuem, encorajo fortemente TODOS e TODAS que foram contatados pelo atual investigador a recusar respeitosamente a entrevista até que um terceiro e verdadeiramente independente investigador seja contratado pela WarnerMedia.” disse o ator. 

O ator já havia comentado que Johns durante as refilmagens de Liga da Justiça, chamou Ray ao seu escritório para menosprezar e repreender as tentativas do ator de levar queixas sobre a postura dele as autoridades de comando da Warner.

Após anos de protestos nas mídias sociais, a Warner Bros anunciou oficialmente que o corte da “Liga da Justiça” do diretor Zack Snyder, será lançado pela HBO Max. Fisher teve diversas cenas como Cyborg/Victor Stone cortadas da versão que chegou aos cinemas, e isso se confirmou com os diversos compartilhamentos de Snyder, em suas redes sociais, que mostraram muito dessas cenas deletadas.

Lembrando que atualmente Fisher está em conversações/negociações para reprisar o Cyborg no filme solo do Flash, dirigido por Andy Muschietti.

Sobre Willyan

Willyan Bertotto

Publicitário. Diretor de Arte, Designer e Batmaníaco. Fã incondicional da DC Comics e pesquisador assíduo desse universo e todas as suas possibilidades de transformação.

Últimas notícias