O ator Ray Porter participou recentemente da convenção digital “Justice Con”, e revelou alguns detalhes sobre a versão de Liga da Justiça do diretor Zack Snyder.

Questionado sobre quando soube de fato que a versão de Snyder seria lançada, o ator que interpreta o tirano Darkseid no filme respondeu: “Eu soube basicamente junto com todo mundo, basicamente. Eu tenho umas clausulas que não posso falar, mas eu tenho umas suspeitas. Mas foi muito importante que eu pude ter essa experiência junto com aos fãs e o jeito que foi anunciado foi fantástico. Eu estava no telefone quando isso aconteceu e fiquei tipo “OH MEU DEUS!”.

“No começo enquanto o filme não foi lançado foi um segredo divertido. Após o lançamento eu tive que me manter em silêncio e no momento que soube do lançamento do filme (Snydercut) eu mandei uma mensagem parabenizando o Zack e perguntei ‘Eu posso sair’ e ele me disse ‘sim’ então eu fui na internet e disse ‘ Eu sou Ray Porter e eu interpreto Darkseid'” conclui o ator.

Quando soube que foi escolhido para o papel, o ator respondeu:

“Eu estava na Inglaterra filmando algumas coisas, eu estava lá quando me contaram que Zack me queria para este papel e fiquei “Uau”. Aí tive que voar para Los Angeles para gravar, tinha uns equipamentos que captura movimentos faciais. É um diferente tipo de atuação, mas é atuação.”

Durante a entrevista, na época quando foi descoberto que Porter seria o Darkseid, alguns fãs ficaram muito felizes, mas ao mesmo tempo tristes pois  Porter trabalhou no filme e não seria possível vê-lo.

“Eu me lembro das especulações quando filme foi lançado. Eu me lembro de olhar Kevin Smith, outro diretor que acho um gênio, falando sobre algo que ele ouviu e ele disse “Darkside estava naquele filme!” e eu fiquei “Oh, eu sei cara, eu sei”. E tinha especulações online de quem interpretou, e eu estava em casa tipo [Ray fingiu que estava rindo tipo “eu sei quem é!”]. Tem esse sentimento do tipo “me belisque que sinto que estou sonhando”, tem o sentimento de “Oh não, alguém vai acabar com isso”. Tem o sentimento de felicidade pura. Mas a melhor coisa quando o SnyderCut foi anunciado foi que eu pude ir ao twitter e pude compartilhar a dança da vitória com todo mundo. Isso foi a melhor coisa. Eu tenho muito respeito pelo fandom, o acolhimento tem sido esmagador. E eu sou humilde, e de certa forma eu quero retribuir isto. Então eu fiz o melhor trabalho que eu poderia fazer e espero que vocês fiquem felizes com ele.”

Sobre o diretor Zack Snyder, Porter comenta:

“Minha experiência com ele [Snyder], como ator é que você se sente completamente seguro. Ele é aberto para que você tente coisas, para conversar/dialogar e tudo isso. Mas você é cuidado. Você sabe que está dando o seu melhor e sabe que ele não vai deixar você ser ruim. É o melhor tipo de situação. Ele é um ótimo diretor.” conclui o ator.

Questionado se fez alguma pesquisa para interpretar o Darkseid, Porter revelou:

“Eu fiz um pouco… eu não falo que eu tenho um conhecimento tipo enciclopédia do personagem ou da história, e eu percebi que isso não deve agradar as pessoas que o entendem. A melhor explicação que posso dar volta mais uma vez a Shakespeare. Quando você faz uma peça de Shakespeare, quando faz um personagem que está por aí há 500 anos, milhões de atores já fizeram, milhões de pessoas já viraram e, sabe, amaram ou tanto faz. E para qualquer um, terá aquela performance definitiva daquele papel. Se você for para o palco pensando nisso, seu personagem será completamente vazio. Então como ator, eu preciso interpretar as cenas como se fosse a primeira vez que ela aconteceu. É um personagem que está aí há algum tempo, muito estabelecido e novamente, atores brilhantes fizeram esse papel. Então eu posso chegar intimidado pelo trabalho que esses atores fizeram, tentar copiar eles fizeram. Ou eu posso ficar deslumbrado pela grandiosidade do papel. E em qualquer caso, eu não estaria fazendo meu trabalho de forma honesta. Então eu não provarei meu valor para audiência, eu não seria o entretenimento. Então foi tudo questão de “O que está acontecendo nesta cena? Como eu interpreto isso?” como real, como importante e plausível. Então só um pouquinho de pesquisar, mas o suficiente para entender.”

Questionado se poderiar revelar algo sobre o visual do tirano de Apokolips, Porter respondeu:

“Eu também estou animado e curioso, como vocês, para escutar como o Darkseid vai ficar e como será o visual do Darkseid. Mas isto não está ao meu alcance. Isso é algo que Zack e sua equipe criativa fizeram depois que gravamos.”

Ray confirmou que provavelmente veremos o personagem DeSaad, interpretado por Peter Guinness, na versão do diretor Zack Snyder. Além disso, ele revelou ter gravado uma cena com o Lobo da Estepe.

Darkseid é um personagem que neste ano completa 50 ANOS. O Terraverso fez uma matéria especial para conhecer mais sobre o personagem e você pode conferir nesse -link-.

“Zack Snyder’s Liga da Justiça” estreia no streaming HBO Max em 2021.

Tradução: Rayanne Matos e Ricardo dos Santos.

Sobre Willyan

Willyan Bertotto

Publicitário. Diretor de Arte, Designer e Batmaníaco. Fã incondicional da DC Comics e pesquisador assíduo desse universo e todas as suas possibilidades de transformação.

Últimas notícias