O diretor do filme Esquadrão Suicida, de 2016, David Ayer, afirma que a Warner Bros. cortou os primeiros 40 minutos de seu filme. Em alguns comentários no Twitter, ele chegou ao ponto de dizer que o filme foi “rasgado em pedaços”. Recentemente, muitos fãs de Ayer ficaram entusiasmados ao saber que o Coringa de Jared Leto fará uma aparição no novo corte de Liga da Justiça, do diretor Zack Snyder.

O diretor já havia comentado anteriormente outras diferenças em seu filme para a versão lançada nos cinemas. -Confira aqui-. O filme lançado em 2016 arrecadou aproximadamente US$ 745 milhões ao redor do mundo.

Na época, o filme teve vários problemas na pós-produção. A classificação indicativa caiu de +18 para PG-13 nos EUA e o corte oficial e final do longa não saiu das mãos do Ayer, mas sim de uma produtora contratada pela Warner. Alguns fãs atualmente lutam para que a versão do diretor seja lançada em algum momento, em um movimento chamado #ReleaseTheAyerCut.

Em 2021, James Gunn apresentará um nova versão do Esquadrão Suicida nos cinemas.

Sobre Willyan

Willyan Bertotto

Publicitário. Diretor de Arte, Designer e Batmaníaco. Fã incondicional da DC Comics e pesquisador assíduo desse universo e todas as suas possibilidades de transformação.

Últimas notícias