Action Comics promete surpreender com o retorno inesperado de um personagem da DC

    Com a saga Warworld da Action Comics inciando seus estágios finais, Superman está fadado a encontrar uma “visão muito diferente” de um personagem clássico da DC.

    O Homem de Aço logo encontrará uma figura inesperada do vasto universo da DC, quando a atual saga Warworld em Action Comics chegar ao seu final, de acordo com o escritor Phillip Kennedy Johnson.

    Em uma entrevista exclusiva ao CBR, Johnson sugeriu o reaparecimento de um rosto familiar aos fãs da DC em Action Comics. “Posso contar que veremos o retorno de um personagem querido dos fãs da DC que ninguém esperava ver, mas será uma visão muito diferente do personagem, que definitivamente provocará uma reação dos leitores“, disse ele. “Vai ser alguém que as pessoas reconhecem, mas não do jeito que estão acostumados, e posso dizer isso com toda a confiança de que eles vão enlouquecer. Será desenhado pelo grande Riccardo Federici, que é a melhor escolha para ilustrar o retorno desse personagem que aparecerá nas próximas edições. Fiquem ligados!”

    Não existem informações sabe sobre esse personagem até o presente momento. A atual publicação de Johnson na Action Comics já vimos Superman fazer uma aliança improvável com a Autoridade enquanto trabalha para libertar Warworld das garras do tirano interplanetário Mongul. Com os poderes do Homem de Aço diminuídos devido ao envenenamento por radiação e ao sol vermelho do Warworld, a Autoridade serviu como aliados não convencionais que estão dispostos a matar Superman e seus companheiros de sempre da Liga da Justiça.

    Capa variante Action Comics #1039
    Capa variante Action Comics #1039

    Apesar de trabalhar com aliados moralmente cinzentos, Superman continuou sendo um pilar de esperança no Warworld, mesmo depois que Mongol o esfaqueou com uma lança de kryptonita e o forçou a lutar como prisioneiro na arena de gladiadores titular do planeta. De acordo com Johnson, a capacidade do herói de entusiasmar os companheiros de prisão dará à parte final da história fortes vibrações de revolução.

    “Muitas das pessoas que viveram lá foram escravas por toda a vida, elas sofreram lavagem cerebral para adorar Mongul, e que inicialmente não estavam felizes em ver o Superman, vieram e agora o apoiam, colocando-nos diretamente na fase da ‘Revolução’ dentro da saga Warworld“, disse ele.

    Dicas do resultado final do arco da história, começando em Action Comics # 1030, podem ser vistas no Future State Superman: Worlds of War de 2020, que mostrou um possível futuro alternativo para o Superman. Nesse futuro, Superman estava preso na arena de Mongol por anos e derrotado vez após vez. No entanto, ele ainda se tornou um ícone para milhares de escravos, inspirando-os a pegar espadas e lanças contra seu ditador.

    A saga Warworld começou em novembro de 2021 na Action Comics #1036. Os anúncios oficiais da nova saga promoveram essa história como um grande evento. Durante um painel na [email protected] 2021, Phillip Kennedy Johnson descreveu a saga Warworld como um evento “épico” em que veríamos o Superman em um “quadro maior”. Além disso, Jim Lee descreveu a história como o maior evento do Superman desde o quadrinho de 1992, A Morte do Superman.

    Via: [CBR]

    Rayanne Matos
    Rayanne Matoshttps://terraverso.com.br
    Capixaba. 1993. Bióloga. Sarcasmo. Socialmente distante. Hera Venenosa. Torre de Babel. Me envie fanfic. Time is money, money is power, power is pizza and pizza is knowledge. Let’s go!

    Deixe seu comentário

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Você pode gostar

    Siga-nos

    24,169FãsCurtir
    15,600SeguidoresSeguir
    19,532SeguidoresSeguir

    Últimas Postagens