Além de sua marcante característica, o tom de pele esverdeado, o personagem Mutano é lembrado nas animações e nos quadrinhos por outra particularidade: o poder de se transformar em qualquer tipo de animal. Por isso foi surpresa para os fãs quando, na série live-action da DC Comics Titãs, o herói só pode se transformar em tigre em todas as ocasiões.

É natural que existam limitações orçamentárias na série, mas o episódio mais recente apresentou uma justificativa bastante plausível para maquiá-las.

** ALERTA PARA SPOILERS DO EPISÓDIO 4 **

Ao mostrar o passado de Gar Logan como o sobrevivente de uma doença no Congo, a narrativa explica que o personagem foi salvo pelo Dr. Niles Caulders, fundador da Patrulha do Destino, por meio de um de seus soros imprevisíveis. Gar explica:

“Chefe acredita que eu posso descompactar meu DNA e reordená-lo. Levou um tempo para eu conseguir fazer isso. Ele acha que é psicológico. Tigres sempre foram meu animal favorito desde criança.”

A admiração do herói por tigres é reforçada pelos padrões de sua jaqueta, seu uniforme provisório. E, ainda que não tenhamos um Mutano se transformando nos mais distintos animais para não extrapolar o orçamento da série, percebemos, nesta solução criativa, um personagem intrigante com limitações psicológicas, que podem se desenvolver ao longo da série e trazer outros animais, conforme a trama (e o seu sucesso do live action). Torcemos!

Sobre Flávia

Avatar

Acredito em signos, no amor e em Snydeus. Gosto de tudo quanto envolve a cultura geek, e minha história com a DC não começou pelos heróis, mas sim pelos vilões. Personagens complexos e com profundidade têm um lugar especial no meu coração, então, nem preciso dizer que meus favoritos são Batman e Coringa.

Últimas notícias