O escritor Neil Gaiman disse que sua série para a Netflix, “The Sandman”, não está “jogando coisas fora” de sua aclamada publicação nos quadrinhos.

A história começa quando um ocultista, com a intenção de invocar a personificação viva da Morte, acidentalmente conjura seu irmão mais novo, Sonho, e o mantém aprisionado por décadas. Quando ele finalmente se liberta, ele começa a encontrar os objetos de seu poder e restaurar a ordem para o seu reino, que caiu em desuso durante sua ausência.

Em conversa com a RadioTimes, Gaiman revelou que a produção para um formato de televisão permitiu que ele buscasse uma adaptação de Sandman muito mais fiel do que ele jamais poderia ter conseguido no cinema.

“Venho dizendo há 30 anos que prefiro não ter Sandman do que ter um Sandman ruim.”, disse ele. “O problema de fazer um filme de Sandman é que a primeira pergunta que você entra é ‘O que podemos jogar fora?’.” disse Gaiman.

“Eu li muitos roteiros que variavam do terrível ao ‘OK, eles podem ser capazes de fazer isso’. Mas você sempre lê e pensa dizer: ‘Ok, isso não é bem Sandman. É pegar algumas coisas do Sandman daqui, e levar algumas coisas do Sandman para lá, e misturar isso.” conclui.

Gaiman afirma que a maioria das tentativas anteriores envolvia a combinação dos dois primeiros volumes da série dos quadrinhos, ‘Prelúdios & Noturnos’ e ‘A Casa de Bonecas’, de uma forma “não muito emocionante”. No entanto, à medida que a adaptação passa de um filme único para uma série original estendida da Netflix, esses compromissos não são mais necessários, pois Gaiman tem tempo para traduzir sua história original na íntegra.

Ele disse: “A alegria de fazê-la como uma série da Netflix é que não estamos jogando as coisas fora. Na verdade, é o contrário. Às vezes isso significa que muito mais coisas acontecem porque temos espaço para isso. Mas nunca vamos jogar coisas fora, e nunca estamos abandonando as coisas. E isso, em si, é uma alegria completa.” afirma Gaiman.

Criado por Gaiman ao lado dos artistas Sam Keith e Mike Dringenberg, The Sandman estreou em janeiro de 1989 pelo selo Vertigo da DC.  A primeira temporada contará com 11 episódios e deve chegar na Netflix em 2021.

Sobre Willyan

Willyan Bertotto

Publicitário. Diretor de Arte, Designer e Batmaníaco. Fã incondicional da DC Comics e pesquisador assíduo desse universo e todas as suas possibilidades de transformação.

Últimas notícias