Aqui no Terraverso já falamos várias vezes sobre Stargirl, a nova série do DC Universe. Apesar de já ser conhecida entre os fãs da DC, acreditamos que é necessário falar um pouco mais sobre Courtney Whitmore.

Antes de tudo, primeiro devemos falar sobre a criação da heroína. Courtney apareceu pela primeira vez em “Stars and STRIPE“, no ano de 1999. Idealizada por Geoff Johns e com arte de Lee Moder, ela é uma homenagem à falecida irmã de Geoff, que morreu em um acidente de avião em 1996.

Capa da edição de Stars e S.T.R.IP.E

  História da personagem

Courtney é filha de Bárbara Whitmore e Samuel Kurtis. Ela nasceu e foi criada na Califórnia, mas se mudou para Blue Valley, Nebraska, após seus pais se separarem e Bárbara casar-se com Pat Dugan, que viria a ser seu parceiro heroico. A jovem inicialmente não gostava da ideia da mudança, muito menos de seu padrasto.

Pat Dugan (Luke Wilson) / DC Universe

Como exibido no trailer da série, Courtney, (Brec Bassinger) após mexer em algumas caixas, encontra alguns aparatos tecnológicos entre os pertences de seu padrasto. A verdade é que Dugan, anos atrás, atuava como um super-herói, ou melhor, um ajudante de super-herói conhecido como F.A.I.X.A (Ou Listrado).

Pat Dugan e Sideral

Patrick Dugan atuava como ajudante de seu chefe, o ainda jovem Sylvester Pemberton. Tal dupla contrariava a lógica que conhecemos sobre duplas de heróis, afinal, Pat era o único adulto a ser ajudante de um herói adolescente e não ao contrário, como Batman e Robin por exemplo.

Sylvester, assumiu o nome de Star-Spangled Kid (o primeiro Sideral, e mais tarde assumiria o nome de Celestial) e Pat foi originalmente chamado de Stripesy (abreviação de Special Tactics Robotic Integrated Power Enhancer, ou seja: Especialista em Robótica Integrada e Poder de Táticas Especiais).

A premissa da dupla é a seguinte: “e se a bandeira estadunidense ganhasse vida?” O que pode ser explicado por seus uniformes, onde Star-Spangled utilizou a parte das estrelas da bandeira para criar seu uniforme e Pat Dugan as listras (por isso em alguns casos, o chamam de Listrado).

Pat e Sylvester / DC

Após anos atuando juntos, Pemberton acabou morrendo em uma missão. Depois deste acontecimento Dugan guardou o antigo traje e o Cinto Cósmico que seu parceiro utilizava. Apesar da série Stargirl mencionar que Courtney encontrou o Cetro Cósmico, o primeiro Sideral utilizava um Cinto, o dono do Cetro na verdade era Jack Knight, o Starman, apesar dele utilizar o Cetro em algumas ocasiões, ele não assumiu o manto de Starman (essa mudança na história será explicada adiante), vale ressaltar que ambos aparatos foram criados pelo Starman, Ted Knight, pai de Jack.

 Courtney Whitmore se torna a Stargirl

Ao que tudo indica, a série irá simplificar a história de origem do Starman e do Sideral, encarando-os como a mesma pessoa. Pelo que percebemos pelas imagens e vídeos divulgados até agora, Sylvester Pemberton será o Starman original e utilizará o Cetro Cósmico, explicando assim o motivo de Courtney encontrá-lo entre os pertences de seu padastro.

Stargirl / DC

Após descobrir que Pat atuava como ajudante de um super-herói adolescente, Courtney encontrou nisso um motivo para zombar dele, pois para ela isso era sinônimo de humilhação e como explicado anteriormente, o lógico seria o adolescente ser ajudante do adulto.

Courtney Whitmore (Brec Brassinger) / DC Universe

Certo dia, na semana do patriotismo, a jovem veste o uniforme do antigo Sideral, com uma única intenção, irritar seu padastro durante o desfile, mas as coisas não saíram como o esperado e a cidade foi atacada. Esta ocasião marcou o primeiro ato heroico de Courtney, que mais tarda acabou ajustando o antigo uniforme e adotou para si a identidade de Sideral. Pat, por sua vez, voltou a ativa para treinar e proteger sua enteada e então criou o F.A.I.X.A., um traje robótico programado para seguir e proteger Courtney. Com isso, a antiga dupla F.A.I.X.A e Sideral (ou melhor, Stargirl), estava de volta a ativa.

F.A.I.X.A. e Stargil

Dentre as adaptações da personagem destacamos a animação “Liga da Justiça Sem Limites” e “Liga da Justiça em Ação“:

Antes da sua série solo ser anunciada, ela também apareceu em uma versão live action em Smallville e Legends of Tomorrow.

Poderes e habilidades

Courtney não é uma alienígena, nem filha de deuses, nem foi geneticamente modificada, ela é “apenas uma adolescente” e tem as limitações físicas de uma pessoa dessa idade. A jovem possui habilidades de ginasta e conhecimento de kickboxing. Seus superpoderes, na verdade são originários do seu bastão e de seu cinto. Com o Cinto Conversor Cósmico ela possui agilidade, resistência, velocidade, força e vigor aprimorados; já o bastão lhe dá a capacidade de voar, de manipulação magnética, de absorção e disparo de energia e criação de campos de defesa.

Esta foi uma pequena introdução sobre a jovem que assumiu o legado do Starman. A série “Stargirl” estreia no dia 18 de maio no streaming DC Universe e no dia seguinte na CW.

Sobre Lucas

Avatar

Sou publicitário formado pela UFSM, mestre e doutorando em comunicação pela UFSM também. Fora isso, apenas alguém apaixonado pelo mundo nerd.

Últimas notícias