ALERTA: O texto a seguir contém spoilers da segunda temporada de Harley Quinn, episódio 6, “All the Best Inmates Have Daddy Issues“, transmitido no streaming DC Universe.

A série animada “Harley Quinn” apresenta uma versão singular da Palhacinha do Crime no Universo DC. Às vezes, a série parece estar em dívida com uma história mais aprofundada conforme o universo dos quadrinhos originais, mas também está mais do que provado que a produção está disposta a mudar muita coisa. Agora, um momento infame da história do Batman também foi confirmado como cânone, da maneira mais cruel possível. [Via: CBR.]

Durante um interrogatório fracassado entre Batman e Coringa, o Palhaço zomba do herói pela morte de Jason Todd – confirmando que os eventos de “Morte em Família” aconteceram nesta versão de continuidade da DC.

“Morte em Família”, de Jim Starlin, Jim Aparo e Mike DeCarlo, é uma das histórias mais importantes do Batman. A história gira em torno da morte do segundo Robin, Jason Todd. Depois de atrair o jovem herói para uma armadilha graças à sua mãe biológica, o Coringa amarrou Jason e passou a espancá-lo com um pé de cabra antes de deixá-lo morto. Apesar dos esforços do Batman, o Robin não conseguiu escapar do prédio antes de ser destruído em uma explosão. Isso matou Jason e sua mãe, e seu corpo foi rapidamente encontrado por um Batman completamente em luto.

O impacto da morte de Jason há muito tempo paira sobre a identidade do Robin, servindo como um lembrete do possível custo que se tem em ser super-herói na cidade de Gotham City. Isso teve um sério impacto para o Batman, tornando o personagem mais sombrio ainda, por um longo período de tempo. Juntamente com o ataque a Barbara Gordon em “A Piada Mortal”, que a deixou paraplégica, esse evento também transformou para sempre o Coringa no mais temível e assassino dos inimigos de Batman. Embora Jason Todd tenha ressuscitado e se tornado o Capuz Vermelho, sua morte ainda é uma peça vital na tradição do Homem Morcego e inspirou elementos que apareceram em programas de TV, filmes e videogames – e agora, incluímos Harley Quinn na lista.

O mais novo episódio de Harley Quinn, “All the Best Inmates Have Daddy Issues“, em tradução livre algo como “Todos os melhores presos têm problemas com o pai“, explora o passado desta versão da vida de Harley Quinn. A história destaca como Harley foi apresentada pela primeira vez a Hera Venenosa, Coringa, Duas Caras, James Gordon e Batman quando ela conseguiu um emprego no Asilo Arkham. É revelado que o Coringa escondeu uma bomba em algum lugar de Gotham. Apesar da oferta de Harley para interrogar o Coringa e tentar convencê-lo a desistir, Batman escolhe um confronto mais físico. Ele brutalmente vence o Coringa enquanto pede as informações. Gargalhando o tempo todo, o Palhaço do Crime menciona especificamente como ele matou Jason Todd no passado.

Uma versão do Robin já apareceu na série animada Harley Quinn. No entanto, é bastante evidente que é o filho de Bruce Wayne, Damian. A série mostra também a Batgirl se tornando uma heroína no presente, então é possível que não exista outros companheiros nesta versão do Batman. No entanto, a confirmação da vida (e da morte) de Jason, prova que Robin tem sido uma presença mais consistente em Gotham há anos, e confirma por que Batman e Coringa realmente se odeiam na animação.

Isso também confirma que essa versão do Batman tem sido um herói por um período muito longo, tendo lutado ao lado de outros parceiros durante suas carreira de vigilante. Durante o final da primeira temporada, foi revelada que a idade do Coringa é trinta anos. Isso confirma que, naquela época, houve outros Robins – embora ainda seja preciso ver se havia outros Robins, como Dick Grayson ou Tim Drake.

Harley Quinn, do streaming DC Universe, tem exibição de novos episódios todas às sextas-feiras nos EUA.

Sobre Willyan

Willyan Bertotto

Publicitário. Diretor de Arte, Designer e Batmaníaco. Fã incondicional da DC Comics e pesquisador assíduo desse universo e todas as suas possibilidades de transformação.

Últimas notícias