John Stephens, produtor executivo da série, explicou, em entrevista ao Comic Book Resources, o que levou Bruce (David Mazouz) a atuar como um vigilante através de sua identidade secreta;

“Duas coisas diferentes. A maior motivação dele no começo do ano é saber que Ra’s al Ghul está solto, possivelmente em Gotham. Bruce sente que ele precisa se preparar para o dia que Ra’s faça algo contra ele. Isso o motiva a tomar uma posição mais ativa como vigilante em Gotham. Enquanto Bruce está fazendo isso, ele na verdade começa a ver que ele tem um impacto físico na cidade, além do que Ra’s esteja fazendo, e isso parece para ele que está compensando o assassinato dos pais. Começa a fazer Bruce a pensar ‘ei, talvez essa seja a trajetória correta para eu seguir’.”

Stephen também afirmou que acha difícil que a série mostre a completa transformação de Bruce no Homem-Morcego.

“Queríamos que ele desse passos maiores para se transformar no Batman. Não vamos chegar lá, obviamente, nesta temporada, ou provavelmente no seriado. Mas queríamos que ele fizesse coisas que o público pudesse identificar, ‘ah, consigo ver de onde essa parte do mito que é o Batman veio’.”

A temporada será inspirada por dois grandes arcos do Homem-Morcego: “O Longo Dias das Bruxas” e “Ano Um“. No Brasil, a temporada estreia no canal pago Warner Channel no dia 16 de outubro, às 21h40.

Sobre Willyan

Willyan Bertotto

Publicitário. Diretor de Arte, Designer e Batmaníaco. Fã incondicional da DC Comics e pesquisador assíduo desse universo e todas as suas possibilidades de transformação.

Últimas notícias