O ator Kevin Conroy segue sendo um ícone entre os fãs do Batman, graças às suas performances como a voz do Cavaleiro das Trevas nas animações ao longo de quase três décadas. No entanto, enquanto seus trabalhos anteriores estavam inteiramente focado nos desenhos, ele recentemente retratou uma versão em live-action do herói durante o crossover de séries “Crise nas Infinitas Terras” da CW.

Falando ao canal do Youtube, Geek House Show, Conroy entrou em detalhes sobre sua visão para a representação mais antiga de Bruce Wayne. Ele afirmou que os processos de pensamento por trás da construção dessa versão do personagem “proporcionaram um dilema para os escritores”.

Ele trouxe à tona a dificuldade de realizar uma versão mais antiga do personagem de uma forma distinta de sua representação em Batman Beyond, também dublado por Conroy. Ele afirmou que a principal pergunta que precisava ser respondida era “o que acontece com um homem, que dá, dá, dá, dá, dá e dá e dá toda a sua vida, e nunca recebe nenhum amor de volta”.

O Batman de Conroy em Crise nas Infinitas Terras foi diferente do jovem e heroico Bruce Wayne que a maioria dos fãs estão acostumados a ver. O Bruce do Arrowverse tinha uma semelhança mais forte com o Batman de ‘O Reino do Amanhã’. Tendo sofrido uma lesão debilitante no início de sua carreira, Bruce já havia sido dependente de um uniforme mecânico. Ele é encontrado pela primeira vez pela Batwoman da Ruby Rose, na Mansão Wayne da Terra-99, como um aposentado da vida de vigilante. No entanto, uma verdade sinistra é logo revelada, como o Batman de Conroy descobrimos que ele quebrou a sua regra de não matar. Em várias ocasiões, Bruce recorreu a matar seus inimigos mais mortais, mantendo troféus de suas vitórias na Mansão Wayne.

Conroy sugeriu que os fãs estão acostumados a acreditar que “não há fundo para o poço da bondade do Batman”. Conroy afirmou que os escritores queriam retratar um Batman cuja raiva pela vida o havia privado do amor, resultando nele “finalmente atacando”.

No que diz respeito ao papel, Conroy comentou: “Para um ator, foi maravilhoso interpretar.” Ele afirmou que é sempre uma alegria ter uma variedade em papéis. No entanto, ele reconheceu que para o público, “Esse não era o Bruce Wayne que eles conheciam”, o que levou a algumas reação dos fãs contrárias na época.

Sobre Willyan

Willyan Bertotto

Publicitário. Diretor de Arte, Designer e Batmaníaco. Fã incondicional da DC Comics e pesquisador assíduo desse universo e todas as suas possibilidades de transformação.

Últimas notícias