O co-criador do personagem Raio Negro, Tony Isabella, criticou a DC Comics pela interpretação do personagem em “Batman and the Outsiders.”

No Facebook, Isabella expressou seu desgosto pela falta de conexão de Jefferson e Lynn Pierce na série de quadrinhos. “F**-CE DC COMICS E TODOS OS ENVOLVIDOS EM BATMAN AND THE OUTSIDERS”, escreveu ele. “QUEM COMPREENDE JEFFERSON PIERCE SABE QUE LYNN É SEU VERDADEIRO AMOR.”.

Depois disso, Isabella decidiu se afastar das mídias sociais por um tempo. “Estou tirando alguns dias de folga da internet.”, anunciou ele em outra atualização do Facebook. “Acho que vou sentir falta de pelo menos alguns dos trolls sem noção que acham que o criador de um personagem icônico deveria calar a boca quando ele e o personagem foram desrespeitados por outros.” afirmou Tony.

“Acho que terminei com os quadrinhos e talvez com qualquer tipo de presença online”, acrescentou ele em um comentário. Ele seguiu com outro post, escrevendo: “ATUALIZAÇÃO: Estou aproveitando o fim de semana para pensar no que quero fazer daqui para frente. Agora, estou pensando em jogar a toalha. Tem que haver coisas melhores que eu possa fazer com a minha energia, paixão e talento.”.

Esta não é a primeira vez que Isabella falou sobre o tratamento da DC com o Raio Negro. Em 2012, ele lançou uma declaração em seu blog, expressando seu desgosto pela reintrodução do personagem no atual Universo DC.

Isabella e Trevor Von Eeden criaram o Raio Negro em 1977, como o primeiro super-herói negro da DC Comics. O personagem foi introduzido em sua série solo, com Isabella escrevendo as 10 primeiras edições. Ele retornou ao personagem em 2017 com a série limitada “Black Lightning: Cold Dead Hands”. O personagem icônico ganhou também uma série de televisão na CW.

Sobre Willyan

Willyan Bertotto

Publicitário. Diretor de Arte, Designer e Batmaníaco. Fã incondicional da DC Comics e pesquisador assíduo desse universo e todas as suas possibilidades de transformação.

Últimas notícias