Mais um personagem de Alan Moore irá dar as caras no Universo DC. Depois do universo de Watchmen em Doomsday Clock e de Tom Strong em The Terrifics, agora é a vez de Promethea fazer sua aparição nos gibis da Editora das Lendas.

Criada pelo mago Alan Moore e por J. H. Williams III, a personagem é o alter ego da jovem Sophie Bangs que ganhou seus poderes após escrever um poema sobre Promethea, já que ela se torna real quando alguém a invoca usando sua imaginação.

 

 

Os problemas de Alan Moore com a DC começaram ainda nos tempos de Watchmen, quando desentendimento sobre royalties dos personagens e merchandising fizeram Moore romper com a editora no fim dos anos 80. Anos depois, mais precisamente em 1999, Moore se juntou a Williams III e publicaram Promethea pelo selo ABC (sigla para America’s Best Comics) da então editora Wildstorm.

 

 

Acontece que no mesmo ano Jim Lee, o então dono da Wildstorm, vendeu a editora e todos os seus personagens para a DC Comics. Assim, obras como Tom Strong, Top 10, Liga Extraordinária, Terra Obscura e Promethea passaram a fazer parte do catálogo da DC.

Legalmente, a DC Comics está no seu direito de usar os personagens que foram adquiridos da forma que bem entender. O problema está na forma como isso está acontecendo. Em sua conta no Twitter, o desenhista J.H. Williams III desabafou dizendo que não ouviu nada disso vindo da DC Comics e que nem ele e nem Alan Moore foram consultados. E foi além, dizendo que “não posso, em boa consciência, tolerar que isso aconteça de qualquer forma”.

Fato é que a personagem vai sim aparecer no arco Queen of Fables em Justice League of America #24, que chega às Comic Shop’s americanas em 14 de fevereiro.

Sobre Rodolfo

Rodolfo Monteiro

Formado em Contabilidade, mas Nerd de coração e alma. Colecionador de gibis desde 1996, amante da DC desde Batman Returns. Sempre buscando conhecer mais sobre a nona arte!

Últimas notícias