Doomsday Clock | Teoria sugere que Dr. Manhattan criou os metahumanos no DCU

Doomsday Clock tem sido um sucesso de público e critica, a junção entre o universo criado por Alan Moore com o DCU veio carregada de teorias, e uma delas foi apontada pelo portal CBR e que gera muitas dúvidas sobre a origem dos poderes dos metahumanos.

Devido a intensidade da trama, há momentos menores que são fáceis de passar desapercebido em meio aos grandes acontecimentos,  e destes momentos sugerem revelações cruciais.

Foi identificada uma questão muito importante que aparece quando Ozymandias e Rorschach invadem uma biblioteca para descobrir tudo o que podem sobre a DCU.

Em um único painel, Ozymandias toma nota do grande número de metahumanos do mundo, e Rorschach teoriza, quase de passagem, que o Dr. Manhattan pode ter criado alguns deles. Considerando que sempre houve um número incrivelmente grande de metahumanos no DCU, isso envolve a questão de saber o quão envolvido Manhattan poderia ou não estar em sua evolução.

Tá bem, mas só isso não diz muita coisa certo? Mas concentrando-se em “The Supermen Theory”, os artigos questionam o vasto número de “metas” na Terra, que representam aproximadamente 12% da população – a maioria dos quais estão localizados nos Estados Unidos da América. Esta informação, combinada com a teoria de Rorschach da créditos à possibilidade, como não temos certeza de quanto tempo o Dr. Manhattan esteve no DCU, poderia ser ele o único responsável por criar um número tão grande de metahumanos nesse universo?

A premissa é de que Manhattan, que era o único super- herói em seu mundo, poderia ter tentado uma abordagem diferente em seu novo mundo. E a Terra do DCU poderia simplesmente ser uma experiência conduzida por ele.

Algo que pode influencia-lo ou não a acreditar nessa possibilidade é que, ao longo dos anos, houve algumas tentativas de explicar o crescente número de metahumanos no Universo DC Comics. Talvez mais notavelmente, a minissérie Invasion!  – por Keith Giffen, Bill Mantlo, Todd McFarlane e Bart Sears – onde a raça alienígena conhecida como Dominators acionou uma bomba de genes, afetando metahumanos em todos os lugares. A “Invasão Dominadora” é mencionada pelo nome no back-house Doomsday Clock # 2 e pode ser o tópico que liga a minissérie ao Dr. Manhattan.

Algo que reforça a teoria é a data de lançamento da Invasão! ; A minissérie foi publicada em 1988, apenas um ano depois da conclusão de Watchmen, em 87. No final de Watchmen , o Dr. Manhattan partiu seu próprio universo em busca de um novo, o que significa que ele poderia ter encontrado o DCU no ano seguinte. E se estava presente no momento da Invasão! , é possível que ele seja parcialmente, se não completamente, responsável pelo evento. Sua manipulação poderia ter criado metahumanos, algo que, por sua vez, teria recebido a atenção dos Dominadores. Ou talvez, e devo acrescentar, bem menos provável,  Manhattan estivesse disfarçado como o único Dominador que acionária a Gene Bomb, algo que não combina muito com um personagem que mal vemos de roupa. Mas com seu poder ilimitado, qualquer possibilidade é viável.

O arco Invasão! foi adaptado anteriormente em um mega crossover entre as séries da The CW, Arrow, Legends of Tomorrow, Supergirl e The Flash, e também foi tema da segunda temporada de Justiça Jovem.

 

Rebeca Vilas Boas

Uma deusa, uma louca, uma feiticeira.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of