Em 26 de maio de 2016 chegou às comic shops DC Universe: Rebirth, o One-Shot que redefiniria o futuro da editora após o fracasso dos Novos 52. A DC retoma às raízes, com um tom mais esperançoso, com um futuro que, enfim, deu frutos, e prepara novos rumos para 2018 com o lançamento da linha Dark Matter, com a descoberta do multiverso sombrio na saga METAL, com Hanna Barbera em uma série de títulos reimaginando seus personagens clássicos, Vertigo sendo relançada em comemoração ao seu primeiro quarto de século, além, é claro, a continuação de Watchmen pelas mãos de Geoff Johns!

Chega a hora, portando, de passar para a próxima etapa. Assim como anunciado na San Diego Comic Con de 2017, a partir de dezembro, as singles issues não mais ostentarão o cabeçalho com o DC Universe Rebirth, passando para o uso apenas do símbolo da editora na parte superior esquerda da capa, com o Universe logo abaixo. Assim como o número e o símbolo do personagem completando o retângulo, como podemos ver no exemplo abaixo:

Tal mudança começa nos gibis que chegam as comic shops no próximo dia 6 de dezembro, a primeira quarta-feira do mês. Mas tal mudança não afeta em nada as histórias em curso ou a linha editorial, sendo que existem arcos começados e alguns tendo seu fim no próximo mês. Apenas uma sinalização que o esforço de retomada aos seus tempos de glória finalmente foram concluído!

Desde que foi dado início à reformulação, não tivemos nenhum mês em que a DC deixasse o top 5 com pelo menos um título, sendo que em cinco oportunidades, a DC obteve quatro das cinco colocações (julho, agosto, setembro e dezembro de 2016, e fevereiro de 2017). Sendo que na metade do tempo (9 dos 18 meses do Renascimento, incluindo o mês de outubro) ocupou a 1ª colocação em vendas!

Doomsday Clock, Metal, Dark Matter, Young Animal, Hanna Barbera, Vertigo, não importa a linha. O DC Universe saiu do fundo do poço e foi ao topo nesses 18 meses. E os próximos 18 que virão, trarão ainda mais novidades, mais entusiasmo, mais esperança que podemos criar, com histórias em quadrinhos, um mundo melhor.

Sobre Marcelo

Avatar

Empresário, amante da DC Comics.

Últimas notícias