Jason Fabok, o desenhista que trabalhou ao lado de Geoff Johns na edição “Batman: Três Coringas” -a HQ mais vendida de 2020- soltou o verbo sobre a situação atual da DC Comics. Ambos estavam trabalhando em uma sequência desta série do Homem Morcego, mas parece que os fãs terão que esperar.

“Trabalho para a DC há 10 anos e a maior parte disso foi quando a empresa era administrada como uma máquina bem lubrificada com uma liderança que amava seus criadores e confiava neles. Não era perfeito, mas havia um senso de confiança e uma vontade de ouvir ideias. Quando digo que a empresa está mal administrada, é porque eu a vi correr bem… por anos. Eu amo a DC com uma paixão e quero que ela tenha sucesso. Mas agora, eu não acho que está sendo bem dirigida. E tudo bem dizer isso. Muitas pessoas que trabalham lá estão dizendo o mesmo. Para começar, eles demitiram quase todos para quem trabalhei na empresa, mesmo que muitos deles sejam apaixonados pelos livros e não merecessem ir. Tudo bem ser sincero e falar as coisas. Não sou empregado e nem cego ao fato de que a propriedade pode tomar más decisões. Tive que fazer uma escolha e trabalhar com alguém que queria meus serviços. E está tudo bem. Quando chegar a hora eu volto e produzo mais para DC e darei tudo de mim. Geoff e eu já temos muitas histórias. Mas as coisas vão mudar muito nos quadrinhos e você tem que fazer movimentos para o seu futuro.” disse Fabok, conforme apura o Bleeding Cool.

O desenhista comentou sobre seus projetos pessoais, revelando que seu trabalho na DC era ‘forçado’.

“[…] Muitas das coisas anteriores eram trabalhos rápidos e forçados para DC, o que eu odiava. Agora, eu posso fazer o que eu quero com o meu tempo e posso me concentrar em livros que eu realmente quero desenhar.”.

Depois de todas essas declarações, a continuação de “Batman: Três Coringas” entrou para a geladeira de vez.

Sobre Willyan

Willyan Bertotto

Publicitário. Diretor de Arte, Designer e Batmaníaco. Fã incondicional da DC Comics e pesquisador assíduo desse universo e todas as suas possibilidades de transformação.

Últimas notícias