O texto abaixo contém spoilers de Batman #101, por James Tynion IV, Guillem March, Tomeu Morey e Clayton Cowles, lançada recentemente nos EUA.

Punchline se tornou a nova namorada e parceira de Coringa no crime pouco antes do início de seu ataque a Gotham City. Quando a vilã começou na “Guerra do Coringa”, Punchline era sua braço direito: ela o ajudou a roubar a fortuna da família Wayne, ela tinha sua própria equipe de palhaços, ela supervisionou a criação de um novo Gás do Riso na Ace Chemical e ela fez qualquer outra coisa que o Coringa lhe pediu.

Quando a guerra chegou ao fim, o Palhaço Príncipe do Crime desapareceu durante a noite e Punchline foi presa. Em Gotham City, sempre que um criminoso fantasiado é preso, eles geralmente são enviados para o Asilo Arkham. No entanto, Punchline provou ser incrivelmente inteligente usando o poder das mídias sociais e da opinião pública para ficar fora do asilo para os criminosos insanos de Gotham.

Na edição ‘Batman #101′ seu plano tortuoso está indo ainda mais longe. Na história, foi revelado que, enquanto aguardava seu julgamento, Alexis Kaye – também conhecida como Punchline – gravou um vídeo que ela postou nas redes sociais. Nesse vídeo ela revelou como o Coringa a manipulou para se tornar sua cúmplice. Ela interpretou a vítima na situação e, embora não tenha pedido perdão pelo que tenha feito, ela usou este vídeo para lembrar a todos que ela não tinha matado ninguém durante a Guerra do Coringa e que seu maior crime era confiar na pessoa errada.

O vídeo foi usado para mostrar que ela não era instável o suficiente para ser encarcerada em Arkham. Em vez disso, ela foi colocada em prisão domiciliar. O ato mostrou que ela entende como usar a sociedade para atender às suas próprias necessidades.

Agora, em Batman #101, vemos o efeito contínuo do vídeo da Punchline. Durante uma discussão entre Lucius Fox e Batman, vários monitores mostram mais gravações de Alexis Kaye falando coma a mídia, o que indica que ela pode estar gravando mais vídeos para continuar ganhando o apoio do público. E está funcionando.

Na verdade, Lucius diz que uma empresa online está vendendo camisetas “Punchline Livre”. Portanto, Punchline está lentamente conquistando a opinião pública – o suficiente para que agora esteja se tornando um movimento. Seus vídeos estão tendo um efeito sobre certos cidadãos, e alguns estão convencidos de que ela é apenas uma jovem que foi usada pelo pior vilão da cidade. Ela está reunindo o povo de Gotham City por ela.

Por enquanto, são apenas camisetas, mas o movimento pode aumentar ainda mais se Alexis conseguir mais apoio. Se ela atrair a atenção de uma multidão grande o suficiente, a cidade pode não ter escolha a não ser deixá-la livre da prisão.

Punchline está agindo de forma diferente dos habituais vilões de Gotham City. Ela está usando uma arma moderna das mídias sociais para influenciar a opinião pública e manipular a sociedade. Isso mostra que ela é como o Coringa. Ela vê as rachaduras nos muros da sociedade, e as usa para conseguir o que quer. É algo desonesto, e mostra que ela realmente merece ficar lado a lado com o Palhaço Príncipe do Crime.

Via: [CBR].

Sobre Willyan

Willyan Bertotto

Publicitário. Diretor de Arte, Designer e Batmaníaco. Fã incondicional da DC Comics e pesquisador assíduo desse universo e todas as suas possibilidades de transformação.

Últimas notícias