O escritor da mensal do Batman, James Tynion IV, afirma que a série limitada de 12 edições, Batman/Mulher-Gato, do escritor Tom King e do artista Clay Mann , que apresenta a Mulher-Gato grávida, estão “saindo dos limites da continuidade” e não terá nenhum efeito em sua publicação contínua no título principal.

“Isso é mais do alcance do Tom King e seu livro, que meio que se move para fora dos limites da continuidade, tanto quanto eu entendo.”, explicou Tynion ao Newsarama, quando perguntado se os planos de King para a gravidez da Mulher-Gato seriam um fator crucial para o arco da guerra do Coringa.

“No momento, estamos nos concentrando na história principal do Batman, que está acontecendo nas páginas do Batman.”, continuou Tynion. “Estou muito animado para ler ‘Batman/Mulher-Gato’ da mesma maneira que estou lendo ‘Três Coringas’, mas nenhum deles realmente tem muito efeito na história principal que estou contando.”

Batman/Catwoman estava originalmente programada para começar em fevereiro, no entanto, King declarou que a série seria adiada para permitir que Mann concluísse sua arte interna sem interrupção. Tom King a frente das mensais do Batman durou 85 edições, incluiu o relacionamento romântico do Homem-Morcego com a Mulher-Gato apresentando um componente-chave; o envolvimento do casal culminando com Selina Kyle abandonando Bruce Wayne no altar.

Espera-se que a história de King em Batman/Mulher-Gato continue com a partir da edição comemorativa do 80º Aniversário da Mulher-Gato, revelando a gravidez da personagem em uma das histórias.

Batman/Mulher Gato #1 ainda não possui previsão de lançamento.

Sobre Willyan

Willyan Bertotto

Publicitário. Diretor de Arte, Designer e Batmaníaco. Fã incondicional da DC Comics e pesquisador assíduo desse universo e todas as suas possibilidades de transformação.

Últimas notícias