A nova série da DC nos quadrinhos “Batman/Catwoman” apresenta um romance entre os personagens, mas depois do lançamento nos EUA da primeira HQ da série, podemos dizer que é bem mais do que somente isso. O escritor Tom King durante entrevista ao Newsarama comenta sobre o romance e a proposta de explorar a evolução de uma relação entre duas pessoas apaixonadas.

“[…] é um tipo de romance cômico, mas o foco não é tanto sobre isso – ok, eu sinto que o objetivo dos quadrinhos de romance é assistir um jornada e descobrir que eles são duas peças que se encaixam. Adoro os quadrinhos de romance, mas não é isso que está acontecendo aqui. Essas duas peças já se encaixaram e estamos observando o impacto disso. Então é quase como o momento depois do romance cômico.” disse King.

O escritor também comenta sobre a constante evolução das personalidades dos protagonistas.

“O Batman é um personagem tão sólido, ele é como um concreto. Já ela vai mudar de pequenas maneiras, mas ele sempre vai ser o morcego. Ele sempre terá esse senso de si mesmo, de quem ele é como o Batman, e sim, Selina é exatamente o oposto quando ela é a Mulher-Gato. Ela teve uma dessas vidas onde quem ela era aos 10 anos não reflete quem ela é quando teve 20 anos, ela não é a mesma quando chega aos 30…as pessoas vivem essas duas vidas. Há pessoas que são como eu e dizem “Eu sou o mesmo que era aos 16!”, e há algumas que se transformam a cada ano. Então a ideia é mostrar duas pessoas se unindo e mostrando como viveram suas vidas e as diferentes maneiras de se viver uma vida.” conclui King.

A primeira edição (de 12) foi lançada nos EUA no dia 1º de dezembro. Não há previsão de quando o título será publicado no Brasil.

Sobre Willyan

Willyan Bertotto

Publicitário. Diretor de Arte, Designer e Batmaníaco. Fã incondicional da DC Comics e pesquisador assíduo desse universo e todas as suas possibilidades de transformação.

Últimas notícias