Viagens no tempo, especialmente dentro do universo DC, podem ser complicadas. Se alguém não tomar cuidado, pode causar grandes ramificações na linha do tempo que nem mesmo viajantes do tempo como o Gladiador Dourado conseguem enfrentar. Em “Batman Beyond #48″, Terry McGinnis, o Batman do Futuro, teve que ir para o passado e pode estar arranjando um briga entre ele e o Bruce Wayne.

O texto a seguir contém spoilers de Batman Beyond #48, de Dan Jurgens, Paul Pelletier, Norm Raymond, Chris Sotomayor e Travis Lanham, lançado recentemente nos EUA.

O Batman do Futuro secretamente tinha uma bomba-relógio telepática escondida dentro de sua consciência, esperando para explodi-la e colocá-lo em uma fúria sombria e assassina. Isso resulta no Bruce exibindo o seu formidável arsenal contra Terry McGinnis e seu irmão, Matt, conhecido como o Robin desta época. Embora Terry sobreviva com a ajuda do Gladiador Dourado, Matt é morto no ataque. Mas o Gladiador argumenta que há uma chance de salvar Matt, desde que Terry o acompanhe ao passado e ajude a evitar que o Batman receba a sugestão secreta de sair do fundo do poço no futuro.

Embora Terry não esteja satisfeito com a ideia, ele parece ceder quando descobre que essa é a única maneira de salvar seu irmão e restaurar seu mentor. Ao chegar no passado, Skeets também faz questão de lembrar o Gladiador que ele corre o risco de causar sérios danos a esta linha do tempo se permitir que a versão atual do Batman veja Terry. Isso poderia, por sua vez, influenciar ou alterar as decisões que Bruce toma mais tarde na linha do tempo, configurando para entrar em colapso sobre si mesma.

O plano para manter Terry escondido vai por água abaixo quando ele é forçado a entrar em ação quando o vilão do Superman, Blanque, é revelado ser uma ameaça para se combater. O vilão telepático é capaz de implantar a bomba de forma subconsciente dentro da psique de Bruce, embora suas motivações não tenha sido reveladas. Enquanto o Gladiador faz o seu melhor tentando parar a ameaça antes do Batman encontrá-lo, Terry corre para o resgate de uma criança presa nos incêndios.

No entanto, o garoto acaba por ter uma conexão profunda com Terry- ele é Warren McGinnis, o homem que um dia vai criar Terry como seu filho e que sua eventual morte se tornará a tragédia motivadora para colocar Terry no caminho para se tornar Batman. Mas antes que ele possa processar completamente o que acabou de acontecer e quem ele acabou de conhecer, Terry é confrontado pelo Batman desta época – que, ao não reconhecer Terry e vê-lo segurando uma criança, inicialmente assume que ele é uma ameaça e precisa ser combatido.

Terry viajando no tempo com o Gladiador Dourado significa que havia muito pouca chance para o futuro Batman não encontrar seu legado heroico. Esperamos que Terry possa se manter bem o suficiente à frente de Bruce com seu traje atualizado a tempo suficiente para o Gladiador derrotar Blanque. Caso contrário, mais problemas além do seu irmão perdido devido às mudanças no fluxo temporal podem surgir.

Via: [CBR]

Sobre Willyan

Willyan Bertotto

Publicitário. Diretor de Arte, Designer e Batmaníaco. Fã incondicional da DC Comics e pesquisador assíduo desse universo e todas as suas possibilidades de transformação.

Últimas notícias