E finalmente chegou. Depois de meses esperando, finalmente temos em mãos a edição Batman #8. Equivalente a Batman #13 de fevereiro de 2017 nos Estados Unidos. O que tem de mais nisso? Nesse arco, Eu Sou Suicida, Batman finalmente revela muitos dos seus sentimentos. A profundidade com que isso é jogado no colo do leitor é mágica e ao mesmo tempo assustadora. Batman nunca foi essa manteiga derretida. Mas agora sim você sabe o motivo. A edição apresenta o pedido de casamento do Homem Morcego para Selina Kyle.

ALERTA DE SPOILER

A missão do Homem-Morcego em Santa Prisca (casa do Bane) é suicida. Na edição anterior, ele forma uma equipe louca. Em referência ao Esquadrão Suicida, Batman junta o Ventríloquo, Pierrô e Colombina (seja minha menina, só minha…) e o Tigre. Batman não costuma agir com criminosos. Dessa vez ele precisa levar o Pirata Psíquico. Lembrando do arco Eu Sou Gotham, ele ainda precisa do Pirata para curar Claire, a Gotham Girl. Acompanhamos na última edição a traição de Selina, que fica do lado de Bane. E agora?

Bane, achando que está dominando, acaba tentando comparar a si mesmo com nosso Morcegão. Vou resumir: Não deu certo. E no fim das contas, era só uma armação. Depois de fugir de Santa Prisca, Batman leva todos para prisão como já combinado antes. Ventríloquo vai voltar pra Arkham para um tratamento mais progressivo. Pierrô e Colombina, dois pombinhos apaixonados vão para o Arkham também, mas poderão se ver uma vez por mês. O Tigre entrará na condicional. E a Mulher Gato é levada aos telhados de Gotham. Eita Batman!

Há o clímax na história. Mas o começo já é bem impactante. Amanda Waller trocando idéia com Alfred. Na Batcaverna. Haja coração amigo!

Quem ainda não acompanha esse arco novo, deveria. A arte está incrível. A forma como Batman está sendo abordado por Tom King é linda. Ele está mais humano e isso só o torna mais poderoso e profundo. Você ainda pode perceber resquícios do pequeno Bruce por trás daquela máscara. E se você se apegou ao personagem, tudo que quer é abraçá-lo e dizer que vai ficar tudo bem. Você deseja que Bruce fique em paz. Você deseja que ele pare de sofrer. Cada soco que ele leva, não significa nada. Por que, como diz a canção, não há dor que se compare a de um coração partido. Ele ainda se culpa pela morte dos pais. Mas agora ele sabe que sem que eles tivessem morrido, não haveria esperança em Gotham.

A edição termina assim:

Sente só as palavras da Gata pro Morcego:

“Eu quero esta noite. Podem ficar com a minha vida toda. Sem condicional. Mas esta noite aqui… Hoje. Olha só pra isso Morcego. É um diamante. Brilha.”

Isso tudo enquanto tiram as roupas de látex. Batman #8 já nas bancas.

Leia mais sobre quadrinhos da DC aqui!

Sobre Will

Will Rodrigues

Estivador, Escritor, Gênero: Terror, Futuro Cavalheiro de Windsor, Morador de Mordor, Batfã, Notívago. Escrevo aqui e para a humanidade por hobby. Fora os poemas pra alguém especial. "Não leve a vida tão a sério. Você não vai sair vivo dela."

Últimas notícias