GRL PWR | Conheça personagens inspiradoras do Universo DC

    Neste 8 de março reunimos as mulheres da equipe Terraverso para falar um pouco das personagens femininas que nos inspiram de alguma forma. Confira o que observamos das personagens.

    Morte

    Por Thais

    Morte, a segunda irmã mais velha dos Perpétuos, atrás apenas de Destino pois até mesmo o fim precisa de uma história. Carismática e alto-astral ela nos visita quando nascemos e acolhe quando chega a hora de dizer adeus, é a ponte entre a vida física e o plano fantástico, quebrando todos os significados e características do que (ou quem) seria a morte: uma coisa fria, angustiante, triste e assustadora. A representação criada por Gaiman poderia facilmente ser confundida com aquela velha amiga disposta a sair para tomar um sorvete e conversar sobre a vida, no entanto seu papel, tão poderoso quanto a própria história, é colocar as cadeiras sobre as mesas, apagar as luzes, e fechar as portas do universo quando levar para o sono eterno a última criatura viva, até mesmo seus irmãos, os próprios Perpétuos. Morte é uma personagem encantadora e sua representação se
    transforma em poesia. Por mais temeroso que seja aguardar sua visita, desejando-a que nunca chegue, ela estará do outro lado sorrindo e de braços abertos esperando por nós.

    Tulip O’hare

    Por Rebeca

    Dona de si, e pronta pra enfrentar qualquer problema, Tulip O’hare é uma inspiração por ser humana. Tulip é uma dos três personagens centrais da série de quadrinhos de Garth Ennis, Preacher. Que foi adaptada pra TV, e tanto nas telas, interpretada por Ruth Negga, quanto nos quadrinhos a personagem é uma mulher forte e muito safa, com destreza pra armas e negócios arriscados.
    A narrativa da personagem muda consideravelmente dos quadrinhos para a série dirigida por Seth Rogen e Evan Goldberg. Porém a essência permanece. Decidida, habilidosa, sedutora e com propensão para problemas.
    A origem de Tulip é triste, criada pelo pai que a ensinou a manusear armas e caçar, viu sua vida virar do avesso ao perdê-lo de maneira terrível.
    Não ter poderes não a faz menos importante em um trio formado por um vampiro e um reverendo que tem o poder da palavra de Deus. Muitas vezes ela é quem salva os dois em momentos cruciais.
    Ter defeitos, se apaixonar, ser humana, ser real e mesmo assim ser forte. Tulip sintetiza o que é ser mulher.

    Zatanna

    Por Gabi

    Não se deixe enganar pelo “uniforme” sensual, pois Zatanna é extremamente poderosa e está muito além de ‘um mulherão’. Apenas com sua magia ela consegue controlar o tempo, o clima, mentes, elementos teletransportar-se e viajar entre dimensões, além de ser muito inteligente e estar sempre pronta para ação, principalmente quando é preciso salvar aquele que ama. Apesar de ser sexualizada, é uma heroína de extrema importância por suas atitudes, que a levam a liderar equipes e missões. Zatanna Zatara é muito querida pelo público, e deve servir de inspiração para mostrar que você pode usar o que quiser e gostar, como colant e meia arrastão, para enfrentar tudo e todos sem precisar da validação de ninguém.

    Gostaram de conhecer mais sobre a Morte, Tulipa e Zatanna através das nossas Terraverser’s? Diga nos comentários!

    Rebeca Vilas Boashttps://terraverso.com.br
    Uma deusa, uma louca, uma feiticeira.

    Deixe seu comentário

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Você pode gostar

    Siga-nos

    24,169FãsCurtir
    15,600SeguidoresSeguir
    19,672SeguidoresSeguir

    Últimas Postagens