O estúdio por trás do jogo para celulares “Injustice 2″, pediu desculpas por um evento que pretendia celebrar o Mês do Orgulho LGBTQI+, que acontece ao longo de junho. O desafio atraiu críticas de muitas fãs daria bonificações aos jogadores que participassem de uma batalha contra a Hera Venenosa, que é um personagem bissexual da DC Comics. Mesmo que a Hera seja uma personagem que sempre esteve presente no Injustice 2, a maneira como o desafio foi retratado levantou o questionamento que os desenvolvedores estavam, de alguma forma, promovendo a violência contra personagens queer.

Nas redes sociais, a conta oficial do Injustice 2 Mobile divulgou um comunicado pedindo desculpas àqueles que consideraram o desafio de mau gosto. Confira:

“Reconhecemos que associar o nosso mais recente Desafio Global ao Movimento LGBTQIA+ foi insensível e inapropriado. A violência na vida real contra a comunidade e mulheres em particular é muito comum e devemos nos engajar ativamente nos esforços para acabar com a violência LGBTQIA+ e não normalizá-la. Pedimos desculpas à comunidade em geral, especialmente aos membros LGBTQIA+. Estamos comprometidos ouvir e fazer melhor.” diz a nota.

Os tweets da conta que incentivavam os jogadores a seguir o desafio de dano conta a Hera Venenosa foram apagados. Com base no ocorrido, o jogo Injustice 2 Mobile fará mais nenhuma ação para celebrar o Mês do Orgulho LGBTQIA+.

Via: [IGN].

Sobre Willyan

Publicitário. Diretor de Arte, Designer e Batmaníaco. Fã incondicional da DC Comics e pesquisador assíduo desse universo e todas as suas possibilidades de transformação.

Últimas notícias