O modo cooperativo em Gotham Knights vai ser cheio de liberdade!

Próximo game da DC anunciado no grande evento DC FanDome ganha novas imagens e confirmação sobre seu gameplay cooperativo.

Não existem restrições na capacidade de alternar entre os personagens durante a campanha principal do jogo da WB Games, podendo mudar seu personagem a qualquer momento dentro do jogo. As informações foram confirmadas em uma entrevista com o diretor criativo Patrick Redding e a produtora sênior Fleur Marty.

Você pode entrar e sair de Gotham, e, é claro, levar seu personagem favorito quando estiver visitando a Gotham City de outra pessoa. É um jogo cooperativo sem restrições, então você pode estar em duas partes completamente diferentes da cidade se você quiser e se juntar em algum momento para assumir uma missão específica. ” – Explica Marty.

Essa não é a única restrição de jogabilidade cooperativa típica que a WB Games está deixando de lado em Gotham Knights. De acordo com Marty, duas pessoas podem jogar com o mesmo personagem ao mesmo tempo:

“Se seu amigo também está jogando como Batgirl, vocês podem ser duas Batgirls no modo cooperativo, se quiserem.”

E se você não quiser jogar com a Batgirl, ou o Robin, não se preocupe, mudar de personagem é muito simples, confirma Marty: “Você pode trocar de personagem a qualquer momento da história. Você só precisa voltar a torre central para fazer isso , é la que fica a sua base de operações. “

Além disso, Marty confirma que o enredo do novo jogo não é inspirado em nenhuma HQ ou saga específica do Homem-Morcego. Apesar da existência de quadrinhos do mesmo nome, o produtor executivo explica que não seguiu nenhum enredo certo na produção de Gotham Knights:

É uma história completamente original”, explica Fleur Marty, em uma entrevista para a GamesRadar. “Não estamos reencenando nenhuma das histórias existentes de nenhum dos quadrinhos. A história de Gotham Knights é totalmente original.

Escolhemos esses personagens em parte porque eles incorporam certas escolhas no estilo que o jogador fará do ponto de vista na jogabilidade. Não é sobre com quem eles se parecem, ou sobre sua origem e temperamento – é também sobre como eles jogam. Portanto, esperamos que os jogadores escolham seus favoritos, e esperamos que os jogadores que estão jogando no modo cooperativo, por exemplo, tenham um favorito que eles gostam de jogar no modo single player e, potencialmente, um segundo que eles gostam de jogar no modo cooperativo. ” explica Patrick Redding, a produtora sênior do game.

Um de nossos objetivos era realmente explorar os aspectos do universo Batman que ainda não tinham necessariamente sido expostos nos jogos anteriores, se baseando na ideia de que a Bat-família é realmente o elemento central. E é assim que a Bat-Família evoluiu neste elenco muito divergente de personagens, cada um com sua versão única de luta como vigilante contra o crime.” explica Redding.

Assim foi nosso ponto de partida. Então quando começamos a olhar para onde a tradição do universo do morcego nos games, podemos fazer uma escolha de estilo que seria diferente. Vimos as edições mais recentes desses personagens nos quadrinhos, assim como o enredo do Tribunal das Corujas. Tivemos sorte pois grande parte desse enredo ser relativamente recente (nos quadrinhos), então pudemos entrar em uma sala e conversar com alguns dos principais acionistas da DC, e realmente descobrir qual era a melhor maneira de interpretar algumas dessas ideias e personagens – tanto os heróis quanto os vilões, para o tipo de jogo que queríamos fazer. ” Concluiu Redding.

Gotham Knights chega em algum momento em 2021 para as plataformas da geração atual, como PS4, XBox One e também confirmado para a próxima geração, com o PS5, XBox Series X e PC.

Sobre Juan

Juan Almeida

"Lembrai, lembrai, o cinco de novembro. A pólvora, a traição e o ardil; por isso não vejo porque esquecer; uma traição de pólvora tão vil" - “V for Vendetta”

Últimas notícias