O Homem-Morcego de Ben Affleck está de volta! Affleck concordou em retornar como Bruce Wayne no filme The Flash, conforme apura a Vanity Fair.

O filme do Flash está previsto para ser lançado em 2022 e contará com o herói Barry Allen, interpretado por Ezra Miller, quebrando os laços da física para colidir em várias dimensões paralelas, onde ele encontrará versões diferentes dos heróis clássicos da DC. O filme será dirigido por Andy Muschietti, o cineasta por trás das recentes adaptações de It e It Chapter Two de Stephen King.

“Seu Batman (Ben) tem uma dicotomia que é muito forte, que é sua masculinidade — por causa da aparência dele, e da figura imponente que ele tem, e sua mandíbula — mas ele também é muito vulnerável.”, disse Muschietti em uma entrevista. “Ele sabe como entregar de dentro para fora, essa vulnerabilidade. Ele só precisa de uma história que lhe permita trazer esse contraste, esse equilíbrio.”

“Ele é uma parte muito substancial do impacto emocional do filme. A interação e a relação entre Barry e Wayne de Affleck trarão um nível emocional que nunca vimos antes.”, acrescentou o diretor. “É o filme de Barry, é a história de Barry, mas seus personagens são mais relacionados do que pensamos. Ambos perderam a mãe em um assassinato, e esse é um dos pontos emocionais do filme. É aí que o Affleck Batman entra em ação.”

“Estou feliz por estar colaborando com alguém que esteve em ambos os lados da câmera também.”, disse Muschietti. “Ele entende.”

Affleck não será o único Batman a fazer um retorno; mais alguns dos heróis do Multiverso que aparecem no filme do Flash serão figuras que já vimos antes. O Batman de Michael Keaton, do filme de Tim Burton de 1989 também aparecerá no que Muschietti diz ser uma parte “substancial”.

Há outra razão pela qual o Flash precisava do personagem, carinhosamente conhecido pelos fãs como Batfleck. No universo cinematográfico da DC, Bruce Wayne, de Affleck, é o único que o Flash de Ezra consideraria “o Batman original”, aquele que ele já lutou ao lado nos filmes anteriores de Zack Snyder.

Muschietti disse que não funcionaria tão bem para ele se aventurar na companhia de outros Batmen sem ter Affleck como ponto de partida. “Ele é a linha de base. Ele faz parte desse estado antes de entrarmos na aventura de Barry.”, disse o diretor. “Há uma familiaridade lá.”

A DC ainda tem outras motivações para explorar essa história. Batman é um personagem muito valioso para deixar na geladeira por muito tempo, e novos atores estarão sempre entrando no papel. Ao apresentar o conceito de Multiverso em seu enredo, a Warner Bros. está tentando criar uma maneira de todas as áreas concorrentes de seu fandom coexistirem juntas.

Até agora, a abordagem do Multiverso ajudou a DC a se diferenciar e revisitar os mesmos personagens sem ser acusada de reiniciar ou apagar os que apareceram recentemente. Programas da DC TV como Arrow, Batwoman, Raio Negro Supergirl fizeram eventos de crossover, e alguns meses atrás o enredo Crise nas Infinitas Terras lançou as bases para o conceito de Multiverso, com Ezra ficando cara a cara com o Flash de TV, interpretado por Grant Gustin.

“Este filme é um pouco de uma dobradiça no sentido de que apresenta uma história que implica um universo unificado onde todas as iterações cinematográficas que vimos antes são válidas.”, disse Muschietti. “É inclusivo no sentido de que está dizendo que tudo o que você viu existe, e tudo o que você verá existe, no mesmo Multiverso unificado.”

Barbara Muschietti, a produtora de The Flash (e irmã e colaboradora de longa data do diretor), disse à Vanity Fair que estava preocupada que a escolha de Affleck o prejudicasse. “Houve alguns tipos de histórias e coisas que ele mesmo disse sobre ter dificuldade em interpretar Batman, e tinha sido difícil para ele”, disse ela. “Eu acho que foi mais sobre um momento difícil em sua vida. Quando nos aproximamos dele, ele agora está em um momento muito diferente. Ele estava muito aberto a isso, o que foi uma surpresa para nós. Foi um ponto de interrogação.”

“Somos todos humanos e passamos por grandes momentos em nossas vidas e tempos terríveis em nossas vidas”, acrescentou. “Agora ele está em um lugar onde ele pode realmente desfrutar de ser Batman.” Além disso, ele não tem que carregar o filme inteiro. “É um papel crucial, mas ao mesmo tempo é uma parte divertida”, disse ela.

Affleck já havia assinado anteriormente com a Warner para dirigir e estrelar um filme independente chamado ‘The Batman’, mas deixou o projeto depois de dizer que suas exigências estavam tomando muito dinheiro. Na época em que ele saiu do filme, ele também estava lidando com o fim de seu casamento com Jennifer Garner e lutando contra o alcoolismo. “Mostrei a alguém o roteiro do Batman”, disse Affleck ao New York Times. “Eles disseram: ‘Eu acho que o roteiro é bom. Eu também acho que você vai beber até a morte se você passar pelo que você acabou de passar novamente.”

O nosso querido Bat-Affleck, retornará também em ‘Liga da Justiça Snyder Cut’, que será lançado em 2021 no streaming HBO Max.

[ATUALIZAÇÃO]

Segundo o TheWrap, o filme “The Batman” de Matt Reeves não será afetado e o Bruce Wayne de Robert Pattinson ainda é visto como o futuro da franquia para Warner.

Sobre Willyan

Willyan Bertotto

Publicitário. Diretor de Arte, Designer e Batmaníaco. Fã incondicional da DC Comics e pesquisador assíduo desse universo e todas as suas possibilidades de transformação.

Últimas notícias