O astro de “Liga da Justiça” Ray Fisher, foi até seu Twitter contra o diretor Joss Whedon em junho, depois que lhe ofereceram um pequeno papel especial no próximo filme da DC Comics “The Flash”, é o que afirma o site The Wrap.

O filme, que pretende começar a produção no próximo ano com Ezra Miller como o protagonista, e Michael Keaton e Ben Affleck retornando como versões do Batman, está programado para incluir um pequeno papel para Fisher como o Cyborg. De acordo com dois insiders ligados ao The Wrap, com conhecimento da situação, a Warner Bros. não teve resposta da equipe de Fisher desde que ofereceu o pequeno papel em junho — e os planos para um filme autônomo de “Cyborg” pararam. O desenvolvimento desse projeto — que já teria chegado aos cinemas em 2020 — foi interrompido no final de 2016, de acordo com um insider.

Um representante de Fisher se esquivou de várias perguntas sobre a oferta para “The Flash” em termos de tempo e situação das negociações.

“O Sr. Fisher está sob contrato com a WB Pictures desde 2014.”, disse a equipe de Fisher da Paradigm Agency and Management 360 em um comunicado. “Pelos termos desse contrato de pré-negociação, a opção de incluir o Sr. Fisher como o personagem de Victor Stone (também conhecido como Cyborg) sempre esteve nas mãos da WB Pictures.” Atores escalados em papéis de super-heróis normalmente assinam para vários filmes e têm cláusulas de opção para participação em outras produções do gênero.

Conforme apura o site, a Warner Bros. se recusou a comentar essa história. “The Flash” pretende começar sua produção em março de 2021, dentro dos protocolos de filmagens necessários no combate da COVID-19.

Sobre Willyan

Willyan Bertotto

Publicitário. Diretor de Arte, Designer e Batmaníaco. Fã incondicional da DC Comics e pesquisador assíduo desse universo e todas as suas possibilidades de transformação.

Últimas notícias