O diretor David F. Sandberg já vem se policiando para receber prováveis reações negativas dos fãs ao seu filme de Shazam. No Twitter, ele soltou a “alfinetada”:

 “uma experiência interessante fazer um filme em que algumas pessoas apaixonadamente odiarão você, não importam as escolhas que você faça”:

 

Nas HQs, toda vez que profere a palavra “Shazam”, o jovem Billy Batson sofre a mais notável das transformações: de um pirralho insignificante, torna-se um adulto, cujo nome é um acróstico formado pelas iniciais de Salomão, Hércules, Atlas, Zeus, Aquiles e Mercúrio.

Leia mais sobre Shazam!

Sobre Willyan

Willyan Bertotto

Publicitário. Diretor de Arte, Designer e Batmaníaco. Fã incondicional da DC Comics e pesquisador assíduo desse universo e todas as suas possibilidades de transformação.

Últimas notícias