O famoso “corte do Snyder”, uma versão do filme “Liga da Justiça” feita pelo diretor original do filme, Zack Snyder, trata-se de uma produção desconhecida que os fãs da DC desejam muito ver, principalmente porque boa parte está insatisfeita com a versão dos cinemas que foi feita pelo diretor Joss Whedon.

Mas a pergunta que fica é: O lendário “Snyder Cut” de Liga da Justiça realmente existe? Os fãs terão a chance de vê-lo? Existem inúmeras opiniões sobre a veracidade da existência do “The Snyder Cut”, e uma delas vem do diretor e produtor Kevin Smith.

Smith é um fã de quadrinhos e aficionado por todas as coisas sobre filmes de super-heróis. Em uma entrevista no ano passado para o podcast ReelBlend do CinemaBlend, ele confirmou que sabe que o “Snyder Cut” de Liga da Justiça existe e explicou por que seria loucura da Warner Bros NÃO divulgá-lo:

“Eu não vi isso de forma inédita, mas já falei com pessoas suficientes em vários níveis dessa produção. Há um corte do Snyder. Com certeza. Isso não é uma fera mítica. Isso existe. Agora, não é um filme terminado por qualquer extensão de imaginação. Havia coisas que se afastaram da história que eles filmaram e não acabaram entrando nos efeitos (visuais) ou algo assim. Então, eu suponho, com base no que me disseram, que grande parte do Snyder Cut estão com tela verde. Não estamos falando de um filme terminado. Quando as pessoas ouvem ‘Snyder Cut’ em suas cabeças, pensam em um DVD que mostra o corte estendido ou algo que está terminado. O ‘Snyder Cut’ que, novamente, eu não vi, mas o que eu ouvi todo mundo falar, nunca foi um filme acabado. Era um filme que as pessoas da produção podiam assistir e preencher os espaços em branco. Certamente não foi feito para o consumo em massa.”

“Eu me sinto confiante de que o público poderia lidar com essa parte do filme sem ser finalizada. Acho que há um pensamento comum, provavelmente dentro do estúdio – e, novamente, nenhum estúdio me disse isso, mas eu diria que eles pensam “Não podemos mostrar isso às pessoas. Sim, existe um corte do Snyder, mas nenhuma audiência seria capaz de analisar isso e ver qual era a intenção do diretor”. Eu discordo. Isso parece senso comum, porque todo mundo sempre quer dar o melhor de si. Mas acho que o público, agora, particularmente o público que consumiria o Snyder Cut e o discutiria longamente, pode assistir a uma obra dessa forma, inacabada. Eles podem assistir a um trabalho em andamento e preencher os espaços em branco com sua mente.”

“Todo estúdio gosta de ganhar dinheiro. Eles fazem várias versões/reboots de filmes o tempo todo. Essa produção poderia ser apenas mais uma dessas. Tudo o que eles precisam fazer é dar ao público um pouco mais de credibilidade para dizer: ‘Olha, eles entenderão’. Coloque um monte de malditos avisos de isenção de responsabilidade, incluindo um do próprio Zack no início, ‘Obviamente este filme não está terminado, mas confira o que estávamos pensando’. Definitivamente, há uma maneira de fazer isso. … Eles com toda a certeza podem gravar uma versão desse filme, onde, você sabe, mostrando ele [Snyder] explicando o que teria acontecido aqui, ou que aconteceu ali.” conclui Kevin Smith.

A ideia de Smith parece interessante, tendo em vista a popularidade do filme na sua base de fãs. Não é necessário uma produção totalmente finalizada em seus mínimos detalhes. Talvez a exibição de um filme/documentário, mostrando cenas inacabadas e algumas inserções extras com os comentários do próprio diretor pode ser o suficiente. A atitude seria importante para mostrar a real intenção do filme, além de colocar uma produção tão solicitada em exibição para os fãs. Com certeza eles entenderiam.

Recentemente, Smith voltou a falar do filme, agora para o Comicbook, revelando alguns detalhes do que veríamos na produção. Confira:

Eu estava conversando com algumas pessoas dos efeitos visuais. Eles trabalharam em Liga da Justiça e viram as artes, muito elaboradas, algumas desenhadas por Jim Lee e tiveram a ideia de que iriam trabalhar em 3 filmes, que acabaram se tornando 2. Acredito que a ideia era Batman vs Superman, Liga da Justiça 1 e Liga da Justiça 2. A visão era de um universo grande. Eles disseram que o Caçador de Marte estava no filme e também viram o Lanterna Verde.

“Então, falaram sobre o roteiro que conseguiram ler. O filme que eles gravaram originalmente e depois o filme que vimos. Foi aí que ouvi pela primeira vez sobre o que chamaríamos de “Snyder Cut”. De pessoas que trabalharam no filme, pessoas de efeitos especiais, eles falaram que Darkseid estava nele, mas depois não estava mais. Então uma pessoa que foi para uma sessão teste, Jaimie Gathers, viu uma versão que tinha muito disso. Ele viu a versão do Snyder antes de ser refilmada e descreveu tudo que eu já sabia. Falaram para o público que ainda não estava terminada. Mas algumas coisas que ele descreveu foi Darkseid e como a visão do filme era muito maior”. conclui Smith.

E você? É a favor ou contra ao “Snyder Cut”?

Sobre Willyan

Willyan Bertotto

Publicitário. Diretor de Arte, Designer e Batmaníaco. Fã incondicional da DC Comics e pesquisador assíduo desse universo e todas as suas possibilidades de transformação.

Últimas notícias