Assim como Batman Begins e O Cavaleiro das Trevas, o filme O Cavaleiro das Trevas Ressurge, a conclusão da trilogia do diretor Christopher Nolan sobre a mitologia do Batman, foi repleta de muita ação, mas ainda assim saiu com uma classificação PG-13, como muitos filmes de quadrinhos lançados atualmente. No entanto, há um cenário onde The Dark Knight Rises teria sido carimbado com a classificação NC-17 (algo entre +16 ou +18 no Brasil), e Nolan evitou isso removendo a cena de morte original para o personagem de Matthew Modine.

Em O Cavaleiro das Trevas Ressurge, Matthew Modine interpretava o Peter Foley, o segundo em comando do Comissário James Gordon que não aprovava o retorno de Batman a Gotham City, e mais tarde foi morto a tiros durante o confronto do GCPD contra as forças de Bane.

No entanto, não era assim que Peter Foley deveria morrer em The Dark Knight Rises. O próprio Matthew Modine em uma conversa com o CinemaBlend revelou como seria sua morte no filme.

“Ele cortou minha cena de morte de ‘Dark Knight Rises’, porque ele disse que era tão violento que teria obtido uma classificação NC-17. … Marion [Miranda] começa a se afastar e eu estou atirando nela. E então sou atropelado. Tudo o que Nolan fez foi apenas cortar [a cena], e então eu estou no chão, morto. Mas foi tão violento… O meu dublê foi atropelado pelo carro. Eles tinham cordas para puxá-lo para o ar, mas ele subiu e eles o jogaram a cerca de 15 pés, e o som de seu corpo batendo na rua de paralelepípedos em frente à Bolsa de Valores de Nova York foi doentio. E lembro-me que olhei para Christopher Nolan quando filmamos e o rosto dele estava branco. Ele disse: “Ok, vamos seguir em frente. Nós temos isso. Mas foi como, ‘Oh meu Deus, aquele cara vai se levantar? Ele está bem? Mas [Nolan] disse que se ele tivesse colocado no filme, teria uma classificação NC-17 porque era violento demais.”

Na cena final, Talia ordena que um soldado atire contra os policiais armados de Gotham City de dentro do Tumbler. Um corte na câmera então revela o corpo de Foley.

Sobre Willyan

Willyan Bertotto

Publicitário. Diretor de Arte, Designer e Batmaníaco. Fã incondicional da DC Comics e pesquisador assíduo desse universo e todas as suas possibilidades de transformação.

Últimas notícias