A indústria cinematográfica começa a dar um vislumbre de boas notícias. A Variety afirma que os cinemas fora de Nova York podem começar a reabrir nesta sexta-feira.

Agora, a aposta dos cinemas é que a Warner Bros. mantenha “Mulher-Maravilha 1984” no calendário para o dia de Natal, pois é fundamental para dar um gás e manter o negócio dos expositores de filmes. Os cinemas precisam desesperadamente de um blockbuster para tirar as pessoas do sofá e entrar nos cinemas.

Entretanto, os casos de coronavírus continuam aumentando nos EUA e uma vacina provavelmente não estará disponível em 2021, então o público ainda hesita em voltar ao cinema. Esse fato foi ressaltado pelo lançamento de “Tenet”, a mais recente aventura de ficção científica de Christopher Nolan. O filme teve um desempenho modesto nas bilheterias internacionais, gerando US$283 milhões desde agosto. Mas foi mal nos EUA, ganhando apenas US$ 50 milhões nos últimos dois meses. Ninguém esperava que “Tenet” alcançasse patamares estratosféricos de bilheteria em meio a uma crise global de saúde, mas esse valor não é bom para um filme que custou US$ 200 milhões para ser produzido e muitos milhões para ser comercializado globalmente.

Então é indiscutivelmente menos viável para a Warner Bros. assumir outro risco ousado diante de toda essa incerteza. “Mulher-Maravilha 1984” é o único filme que resta na programação de 2020 que tem potencial (pelo menos nesses tempos) para alcançar o status de sucesso. Especialistas dizem que é impossível estimar quanto a sequência de “Mulher-Maravilha” poderia ganhar no mercado atual. Mas mesmo que faça 50% a menos do que o primeiro – o que gerou uma enorme bilheteria doméstica e outros US$ 400 milhões no exterior – a aventura da Princesa Amazona teria dificuldades para lucrar. Antes da pandemia, havia uma expectativa de que ganharia mais – não consideravelmente menos – do que o primeiro filme.

Considerando o ambiente em rápida mudança, é difícil tomar esse tipo de decisão dias, muito menos com meses de antecedência para a estreia. A Warner Bros. está ansiosa para revelar “Mulher-Maravilha 1984”, produção que foi filmada em 2018. Alguns insiders sugerem que o estúdio não tomará uma decisão sobre seu lançamento por pelo menos mais algumas semanas para avaliar melhor o cenário.

Via: [Variety]

Sobre Willyan

Willyan Bertotto

Publicitário. Diretor de Arte, Designer e Batmaníaco. Fã incondicional da DC Comics e pesquisador assíduo desse universo e todas as suas possibilidades de transformação.

Últimas notícias