Em matéria do THR, Ray Fisher e outras fontes revelam que ator não foi a única estrela da Liga da Justiça que estava infeliz com a produção de Joss Whedon.

Fontes que trabalharam na produção do filme de 2017, afirmam que Whedon entrou em confronto com todas as estrelas do filme antes dirigido por Zack Snyder.

Entre elas, Jeremy Irons, que interpretou o mordomo Alfred em dois longa do universo estendido da DC, acabou levando suas reclamações não apenas ao chefe do estúdio de cinema, mas também ao presidente da Warner Bros.

Uma fonte bem informada dita pelo site afirma que Gadot tinha várias preocupações com a versão revisada do filme, incluindo “questões sobre sua personagem sendo mais agressiva do que no filme ‘Mulher-Maravilha’. Ela queria fazer a personagem fluir de um filme para o outro.”

O maior conflito, dizem as fontes, aconteceu quando Whedon pressionou Gadot a gravar falas de que ela não gostava, ameaçou prejudicar a carreira de Gadot, e desacreditou o trabalho da diretora do primeiro ‘Mulher-Maravilha’, Patty Jenkins. Enquanto Fisher se recusou a discutir o que aconteceu com Gadot no set, uma testemunha da produção que mais tarde conversou com os investigadores diz que, após um confronto:

“Joss estava se gabando de ter desabafado com Gal. Ele disse a ela que é o roteirista do filme e ela vai calar a boca dela e dizer as falas que ele escreveu, pois ele pode fazer ela parecer incrivelmente estúpida neste filme.”

Uma fonte bem informada afirma que após o incidente, Gadot buscou ajuda com Jenkins, que juntas foram para a batalha, culminando em uma reunião com o então presidente da Warner, Kevin Tsujihara. Questionado sobre o comentário, Gadot disse em um comunicado:

“Tive meus problemas com [Whedon] e a Warner Bros. lidou com isso em tempo hábil”.

Gal Gadot e Patty Jenkins trabalharam juntas novamente em ‘Mulher-Maravilha 1984’, pouco tempo depois do lançamento de Liga da Justiça nos cinemas.

Sobre Juan

"Lembrai, lembrai, o cinco de novembro. A pólvora, a traição e o ardil; por isso não vejo porque esquecer; uma traição de pólvora tão vil" - “V for Vendetta”

Últimas notícias