O porta Revenge of the Fans confirma que Joker, próximo lançamento da Warner Bros. Pictures depois de Shazam!, será um drama político e uma histórica “trágica de partir o coração.”

A principal crítica que a produção fará, será a respeito do governo de Donald Trump. Thomas Wayne (Brett Cullen), o pai do Batman, será o principal ”antagonista” da trama, sendo um milionário e dono das Indústrias Wayne, que se candidatou a prefeito de Gotham. Mas, o que os habitantes da cidade não imaginam, é que por trás da figura imponente do empresário há um homem arrogante, prepotente e corrupto.

O veículo chega a compara Joker com a adaptação de V de Vingança (2006), sendo um dos projetos mais incomuns do mercado e que o público apreciará vindo do ”gênero” super-heróis e história em quadrinhos.

Produção estreia em 4 de Outubro.

Sobre Willyan

Willyan Bertotto

Publicitário. Diretor de Arte, Designer e Batmaníaco. Fã incondicional da DC Comics e pesquisador assíduo desse universo e todas as suas possibilidades de transformação.

Últimas notícias