Parece que depois da divulgação da versão de ‘Liga da Justiça‘ de Zack Snyder, há outro diretor da DC querendo pegar carona nessa possibilidade de lançar sua própria versão cinematográfica. David Ayer, o diretor de ‘Esquadrão Suicida‘, já revelou muitos detalhes através das redes sociais sobre seu filme ser diferente do que foi para os cinemas.

Primeiro, afirmou que seu tom seria mais sombrio, não tão colorido quanto a versão que foi para os cinemas. Disse também que o Coringa de Jared Leto teria uma maior participação e as cenas foram cortadas. O personagem El Diablo não morreria no final e Arlequina e Pistoleiro formariam um casal. Além disso, Lobo da Estepe seria o seu vilão principal e estaria por trás dos feitos da Magia. Sua participação em ‘Liga da Justiça’ teria uma conexão direta com a personagem de Cara Delevingne, pois o Lobo invadiria a Terra atrás dos Tubos de Explosão criados pela vilã em Esquadrão Suicida.

Enfim, parecem muitas mudanças comparada a versão que foi para os cinemas. A dúvida que fica é: Todas essas cenas foram gravadas ou estão somente escritas?

Recentemente a AT&T, a empresa que comanda todo o conglomerado da Warner Bros., comentou sobre a possibilidade dessa versão de “Esquadrão Suicida” ser lançada no HBO Max.

https://twitter.com/ATT/status/1263544120636735489?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Etweetembed%7Ctwterm%5E1263544120636735489%7Ctwgr%5E&ref_url=https%3A%2F%2Fovicio.com.br%2Fdavid-ayer-e-warner-comentam-possivel-lancamento-da-versao-original-de-esquadrao-suicida%2F

“Uma coisa de cada vez.” Respondendo a um fã que solicitava a liberação da nova versão de Esquadrão Suicida, assim como a versão de Liga da Justiça.

Após o diretor David Ayer responder o tweet acima com “Em espera”, a empresa foi além e na resposta, fez uma alusão a Magia, personagem do filme.

https://twitter.com/ATT/status/1263628506048708608?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Etweetembed%7Ctwterm%5E1263628506048708608%7Ctwgr%5E&ref_url=https%3A%2F%2Fovicio.com.br%2Fdavid-ayer-e-warner-comentam-possivel-lancamento-da-versao-original-de-esquadrao-suicida%2F

“Tudo é possível. Só precisa de um pouco de magia.”

Pode ser verdade? Talvez. Mas também pode ser apenas o social media da AT&T fazendo o seu trabalho nas redes sociais. Na época, o filme teve vários problemas na pós-produção. A classificação indicativa caiu de +18 para PG-13 nos EUA e o corte oficial e final do longa não saiu das mãos do Ayer, mas sim de uma produtora contratada pela Warner.

“Esquadrão Suicida” foi lançado em 2016 e arrecadou US$745 milhões nas bilheterias ao redor do mundo.

Sobre Willyan

Willyan Bertotto

Publicitário. Diretor de Arte, Designer e Batmaníaco. Fã incondicional da DC Comics e pesquisador assíduo desse universo e todas as suas possibilidades de transformação.

Últimas notícias