Em entrevista à The Rake Magazine, Henry Cavill afirmou que o universo cinematográfico da DC precisou se reinventar para buscar o seu melhor momento. Confira a entrevista: (via Heroic Hollywood).

“Mesmo se a Marvel não existisse, teríamos dificuldades. Eles [DC] optaram por um estilo, uma tentativa de ser diferente e olhar para as coisas a partir de uma perspectiva levemente diferente, que não necessariamente funcionou. Sim, fez dinheiro, mas não foi um sucesso de crítica; não deu a ninguém a sensação que os super-heróis deveriam passar.

“Acho que é o momento perfeito para uma heroína. É o cenário perfeito em termos de políticas sociais. Precisamos disso, queremos essa perspectiva e Mulher-Maravilha chegou no momento ideal e se tornou um sucesso fenomenal, o que é fantástico. Qualquer sucesso dentro do universo de super-heróis, especialmente dentro do universo da DC, é incrível, porque quero continuar contando a história do Superman; funciona para mim

“Sinto agora que os erros certos foram feitos e podemos começar a contar histórias do jeito que elas devem ser contadas. É ainda melhor voltar de um erro ou de um erro de estilo para a veia correta, porque faz parecer que é ainda mais forte. Mulher-Maravilha foi o primeiro passo na direção correta.”

Liga da Justiça estreia dia 15 de novembro, e tem no elenco Ben Affleck (Batman), Gal Gadot (Mulher-Maravilha), Henry Cavill (Superman), Jason Momoa (Aquaman), Ray Fisher (Ciborgue), Ezra Miller (Flash), Amber Heard (Mera), Willem Dafoe (Vulko), J.K. Simmons (Comissário Gordon), Jeremy Irons (Alfred) e Amy Adams (Lois Lane), entre outros.

Leia mais sobre Liga da Justiça.

 

Sobre Willyan

Willyan Bertotto

Publicitário. Diretor de Arte, Designer e Batmaníaco. Fã incondicional da DC Comics e pesquisador assíduo desse universo e todas as suas possibilidades de transformação.

Últimas notícias