As influências de ‘O Longo Dia das Bruxas’ sobre The Batman

    The Batman finalmente está em cartaz nos cinemas, e o filme, que já pode ser considerado um novo clássico do Homem Morcego, teve forte influência de grandes HQ’s do Morcego de Gotham, sendo uma delas o marcante título ‘O Longo Dia das Bruxas‘ de Jeph Loeb e Tim Sale.

    Antes de falarmos das semelhanças entre as obras, vamos fazer um breve resumo da história da HQ, para que as conexões sejam feitas com mais facilidade.

    A trama mostra inicialmente a parceria estabelecida por Batman, Comissário Gordon e o ainda promotor Harvey Dent, com o objetivo de combater a máfia que comandava Gotham, no entanto, no feriado de Dia das Bruxas, um assassinato acontece, e outros assassinatos seguem acontecendo nos feriados seguintes, surgindo então um novo assassino em série, batizado de “Feriado”. Feriado tem na mira pessoas relacionadas a Carmine Falcone, o grande chefe da máfia de Gotham, e ambas as investigações se cruzam, restando ao Batman e seus parceiros a missão de destruir o crime organizado que comanda Gotham e desvendar o mistério do novo assassino que vem aterrorizando a cidade. Durante a história, que dura um ano, indo de um Dia das Bruxas a outro, podemos acompanhar Batman agindo como um hábil detetive, estabelecendo uma parceria sólida com James Gordon, descobrindo segredos sobre sua família, tal qual a relação de seu pai com os Falcone, vemos o nascer da relação entre Batman e Mulher Gato, e também vemos o Morcego cometer erros, até mesmo caindo nos espinhos da Hera Venenosa, tudo isso até chegar ao fim da trama, que se encerra com o assassinato de Falcone, a queda da máfia e a ascensão dos criminosos lunáticos e fantasiados em Gotham.

    The Batman possui fortes influências desse clássico dos quadrinhos, sendo a mais óbvia talvez o fato de que em ambas as tramas há um assassino, alguém que está concentrando a atenção do herói, mas na verdade o grande vilão é Carmine Falcone, o chefe da máfia de Gotham, que tem a cidade inteira em suas mãos, tendo comprado o prefeito, a justiça e as forças policiais.

    Dentre outras semelhanças podemos citar a parceria entre Batman e Gordon, o viés investigativo da trama que trás a tona o lado detetive do Homem Morcego, o fato das histórias se iniciarem no Dia das Bruxas, a relação entre Carmine Falcone e Thomas Wayne, que em ambas as tramas se iniciam com Thomas realizando uma cirurgia as escondidas em Carmine, e as suspeitas da ligação do mafioso com o assassinato dos Waynes, a narrativa que nos trás um Batman em seus primeiros anos de atuação e, por tanto, cometendo alguns erros e, por fim, ambas as histórias culminam no assassinato de Carmine Falcone e no surgimento de novas ameaças para Gotham.

    Nos quadrinhos, o fim de ‘O Longo Dia das Bruxas‘, marca o encerramento da Era do Crime Organizado em Gotham e o inicio da Era dos Lunáticos, os criminisos fantasiados que parecem surgir aos montes desde que o Batman apareceu. Em The Batman, podemos ver o Charada no Arkham conversando com seu companheiro de cela, alguém com uma risada marcante e que futuramente atenderá a alcunha de Coringa

    Será que Matt Reeves seguirá os passos de ‘O Longo Dia das Bruxas‘ e a queda da máfia será também a ascensão de vilões saídos diretamente das imaginações mais absurdas? Mas para todos os vilões de Gotham, fica o recado:

    Não é um sinal. É um aviso.

    Luara Evangelista
    Luara Evangelista
    Graduada em Direito, amante de Ciências Políticas e Sociais, Literatura e Cinema. Aficcionada por Cultura Pop e Dcnauta ferrenha. Busco enxergar conexões entre a cultura pop e debates sociológicos.

    Deixe seu comentário

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Você pode gostar

    Siga-nos

    24,169FãsCurtir
    15,600SeguidoresSeguir
    19,531SeguidoresSeguir

    Últimas Postagens